De 6 a 7 de Novembro decorre em Lisboa o Mind Rights Film Festival, evento que tem como tema central a saúde mental. Serão apresentadas e debatidas com os realizadores 22 curtas-metragens, já seleccionadas. A entrada é livre.

A mostra dá-se no âmbito de um fórum internacional sobre os direitos das crianças com incapacidade mental e intelectual, e terá lugar no Auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkian. Entre as curtas, que vão desde à animação ao documentário, da ficção à experimentação, encontram-se algumas em estreia mundial.

A organização está a cargo da Plataforma Gulbenkian de Saúde Mental Global, que consiste numa parceria da Fundação com a Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa e com a Organização Mundial de Saúde. O objectivo é desenvolver modelos inovadores para a saúde mental no contexto da Agenda da Saúde Global”, diz a organização do festival.

Os filmes serão exibidos no dia 6 de Novembro e, no dia seguinte, ocorre a cerimónia de entrega de prémios (Melhor Filme e Prémio do Público). O júri, presidido por Manuel Costa Cabral, é composto por João Mário Grilo, Miguel Valverde, António Caldeira Pires e António Roma Torres.

Mamma ãr Gud, Cuerdas e Hands To The Sky, Catch Them & They’re Yours são três dos trabalhos mais antecipados. O primeiro, realizado por Maria Back, de nacionalidade sueca, é sobre a mãe da própria que, vítima de sérias perturbações mentais, pensa ser Deus. Cuerdas, uma curta animada, segue a relação de amizade entre duas crianças, uma das quais sofredora de paralisia cerebral. Este trabalho foi já agraciado com o Prémio Goya de Melhor Filme de Animação, em Espanha.

Cuerdas-Pedro-Solís

O terceiro título é norte-americano e narra a história fictícia de um homem autista que se vê obrigado a provar ao tribunal (e a si mesmo) que é capaz de criar o seu irmão mais novo, após a morte da mãe de ambos. De entre os trabalhos portugueses destaca-se Mergulho, de Pedro Sena Nunes, coproduzido pela Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa.

HOPE@pedrosenanunes

A entrada para o festival é livre. Mais informações sobre o programa, horário, realizadores e júri no site do evento.