Depois de o tumor de Wilko Johnson no pâncreas ter sido dado como inoperável e após uma digressão de despedida, o mesmo diz agora estar curado depois da última intervenção cirúrgica a que foi submetido em abril deste ano.

Foi em 2012 que Wilko Johnson foi diagnosticado com cancro pancreático e confrontado com a impossibilidade da cura. Porém, após ter removido o tumor, assim como o próprio pâncreas, o baço e parte do estômago, através de uma operação em abril de 2014, o músico inglês afirmou à BBC estar agora curado.

Johnson, na cerimónia deste ano dos Q Awards, onde recebeu o prémio Icon, revelou que “Foi uma operação de 11 horas. O tumor pesava três quilos, o tamanho de um bébé”. Apesar disso, o pós-operatório foi marcado por um otimismo cauteloso dos médicos e um progresso do estado de saúde do músico.