Muitos são os DJs que dizem que a música eletrónica une as pessoas como ninguém. Dezenas de milhares de pessoas reunidas, numa arena ou ao ar livre, a saltar ao som da mesma música, e com o mesmo propósito tem sido algo cada vez mais frequente de norte a sul do país, mas também do ouro lado do oceano Atlântico, mais precisamente no Brasil, onde, no início do ano, David Guetta passou alguns dias a percorrer o país. A tour correu tão bem que o francês lançou esta semana um documentário em forma de agradecimento.

Para além dos seus quase seis milhões de seguidores no Spotify, e de 57,3 milhões de fãs no Facebook, David Guetta é um dos DJs mais adorados do Brasil, e a prova disso foram as casas lotadas para as quais o produtor francês tocou durante doze dias, no início de 2014.

Floripa, São Paulo, e até mesmo a Arena Fonte Nova, em Salvador, foram alguns dos palcos por onde o autor de Shot Me Down, Bad (feat. Showtek) e Lovers On The Sun foi passando, percorrendo aquele que é um dos seus países favoritos, como refere várias vezes ao longo do documentário.

http://youtu.be/KWVgIeWHtrU

David Guetta, que desde os 14 anos que teve dentro de si a vontade de envergar pelo mundo da música, foi coroado número um do mundo em 2011 e considerado no passado sábado o sétimo melhor DJ do planeta no presente ano, numa hierarquia realizada pela revista DJ Mag e que teve em conta a votação dos fãs.