Leiria abriu as portas do Teatro José Lúcio da Silva para receber Dead Combo, uma banda que faz jus ao seu nome arrojado através da música.

Formada em 2002 por Tó Trips (Guitarras) e Pedro V. Gonçalves (Contrabaixo, Kazoo, melódica, guitarras, piano) e com influências desde Rock e Fado a bandas sonoras de Westerns e “com um pouco de Lisboa inside” (como descrita pelos músicos) esta banda irreverente, não só de nome e música, mas também de imagem, maravilhou o público que acorreu em peso, enchendo a sala do auditório.

IMG_6892-2

Povo Que Cais Descalço abriu o palco escurecido, adornado de caveiras e rosas, e apresentou um dos títulos do seu novo álbum A Bunch of Meninos.

Boa noite, muito obrigado por terem vindo” – Agradeceu , ao anunciar o nome das músicas tocadas – A seguinte é sobre a adolescência. Chama-se Motas e Miúdas – E assim entra este tema, que nos faz lembrar aqueles dias de adolescente, à beira-mar, estilo anos 80, que se costuma ver nos filmes.

Seguiram-se temas como Mr. Eastwood, Waits, Rodada, Cachupa Man – “Para aqueles que gostam de cachupa” – Diz Tó Trips -, e outros como Pacheco, Dona Emília, Zoe Llorando e Welcome Simone, que eram dedicados a pessoas especiais para os artistas como a senhora de limpeza da Galeria Zé dos Bois “que nos aturava nos ensaios todos os dias”, António Pacheco (guitarrista que acompanhava a fadista Hermínia Silva) e a ambas as filhas dos músicos.

Todo o concerto foi ritmado, com alguns momentos mais calmos, mas mantendo sempre o público atento e cativado. Cada batida ou cada momento de respiração nas músicas fizeram-se sentir de forma intensa. O ambiente foi também composto pelas luzes, focando os artistas e por pequenos clips no ecrã, com por exemplo as várias zonas da cidade de Lisboa. O momento alto na noite presenciou-se aquando a passagem pela música Eléctrica Cadente – “Uma das vossas [fans] preferidas”, Lusitania Playboys – “Esta música conta a história de dois músicos de jazz que vão para o Cais Sodré para se divertir e acabam por levar na cara de dois marinheiros” – Explica – e também A Bunch of Meninos, que encerrou o concerto e deixou a plateia a pedir por mais.

Gostávamos de vos agradecer por estarem aqui e encherem a sala, e também ao Teatro José Lúcio por nos receber” – Agradece Pedro Gonçalves – “Obrigado por nos aturarem” – Brinca ainda Tó.

Feitos os agradecimentos os músicos regressam ao palco com A Menina Dança e Lisboa Mulata. Um belo “até já” de uma banda refrescante para os ouvidos e olhos, com um toque inovador e uma imagem bastante peculiar mas com um nível de mestria incrível. Dead Combo é sem dúvida uma banda de aposta para todos os amantes de um bom serão, acompanhado de música com gosto a Lisboa.

Alinhamento:

1 – Povo que cais descalço

2 – Waiting for Nick at Rick’s Café

3 – Miúdas e Motas

4 – Mr. Eastwood

5 – Waits

6 – Rodada

7 – Pacheco

8 – Mr. Snowden’s Dream

9 – Dona Emília

10 – Cachupa Man

11 – Arraia

12 – Rumbero

13 – Lusitania Playboys

14 – Zoe Llorando

15 – Welcome Simone

16 – Esse Olhar Que Era Só Teu

17 – Eléctrica Cadente

18 – Dos Rios

19 – A bunch of Meninos

 

Encore

1 – A menina dança

2 – Lisboa Mulata

 

Reportagem de David Sineiro (fotografia) e Helena Cotovio (texto).