O dia de ontem foi dedicado à Google, ao Android e à família Nexus que apresentaram algumas das suas mais recentes inovações. As estrelas deste lançamento foram os novos Nexus 6 e 9 e o Android Lollipop. No entanto, ambos foram lançados de forma bastante discreta.

O Android TV foi uma das novidades, uma set-up box que vai renovar o conceito de televisão trazendo aos consumidores novos conteúdos e novas funcionalidades. O Nexus Player, pretende ser uma alternativa da Google para permitir o acesso das televisões a diversos conteúdos e à Internet. Este dispositivo possibilita o acesso à Play Store bem como outros serviços online.

Este aparelho resulta de uma parceria entre a Google e a Asus, que se compromete em transformar qualquer televisão numa Smart TV. Tendo a Google já se aventurado num equipamento semelhante (Nexus Q), este novo modelo conta já com diversos parceiros e serviços, que o tornam uma novidade promissora.

Outra das novidades para os utilizadores, é a possibilidade de integrar os jogos, isto é, estes podem ser jogados no Nexus Player e continuados noutro dispositivo qualquer com sistema Android. A filosofia com que foi criado o Nexus Player foi a mesma que a do Chromecast, que requer apenas uma TV com uma porta HDMI e ligação à Internet. Para melhorar a utilização, o Google dotou-o de um comando que detecta a voz do utilizador e que transpõe as suas desejos para o ecrã de pesquisa. Para maximizar a experiência, os utilizadores terão de adquirir um comando específico, vendido à parte, para poder jogar no aparelho, com o custo de 39 dólares.

Como é um equipamento preparado com o Google Cast Ready, o Nexus Player consegue não só receber conteúdos da Internet mas também de qualquer dispositivo móvel, computador ou Chromebook.

Esta novidade foi colocada hoje em pré-venda com o preço de 99 dólares. A entrega será feita no início de novembro, altura em que chegará também às lojas físicas. Com a boa aceitação do Chromecast, o Nexus Player apresenta todas as caraterísticas necessárias para se tornar no próximo caso de sucesso da Google. Porém, ainda não se sabe ao certo quando chegará a Portugal.