Foi na cidade de Lisboa, no âmbito da Festa do Cinema Francês, que estreou o documentário Sur le chemin de l’école. A obra de Pascal Plisson contempla 4 histórias de coragem, de vários pontos do mundo, em busca do conhecimento. Uma homenagem à educação e à multiculturalidade pela objetiva de um realizador francês.

Jackson, Zahira, Carlos e Samuel são quatro meninos, que vivem em zonas remotas do nosso planeta e  anseiam por uma vida melhor. O seu caminho para a educação é uma luta árdua e quotidiana. Eles enfrentam com motivação em cada passo na sua jornada. Neste filme acompanhamos as vidas de cada criança, as tarefas domésticas, a refeição em comunhão com a sua família e o longo caminho até à escola, onde reside a chave para o seu futuro. Apesar de cada um ser oriundo de um país distinto, as suas famílias apoiam o seu futuro escolar e incentivam a igualdade na educação.

sur_le_chemin_de_l_ecole_photo_1-02d0b

Jackson vive no Quénia e todos os dias realiza duas horas de percurso com a sua irmã mais nova para chegar à escola. O caminho está repleto de obstáculos perigosos, bem como de relevos inconstantes capazes de danificar o seus pés frágeis. Zahira é oriunda de Marrocos e a sua família valoriza a dedicação pelos estudos. No primeiro dia da semana, a menina, acompanhada pelas suas amigas da mesma idade, percorre as montanhas durante 4 horas até alcançar a aldeia vizinha. Com um percurso rochoso e a discriminação por parte dos condutores que atravessam no seu caminho, Zahira é perseverante nos seus objetivos e luta para um dia ser médica. Por sua vez, Carlos da Argentina vai de mula com a sua irmã por meio das planícies da Patagónia durante 1h15 até alcançar a escola. Por fim Samuel, um menino indiano paraplégico, também encontra o seu lugar na escola, contudo o percurso torna-se mais difícil pela sua condição. Os dois irmãos, também eles crianças, todos os dias empurram a sua cadeira de rodas improvisada por entre pântanos e relevos incertos, em nome do conhecimento que os aguarda na escola.

Estas historias de coragem captadas pela objetiva de Pascal Plisson transportam o espetador para a dura realidade atual de certos países do mundo, despertando a nossa consciência e valorização pelo conhecimento. Tal como o realizador explicita no início do filme: “Não sabemos a sorte que temos por termos acesso à educação”.

jpg_sur-le-chemin-de-l-ecole--_2013-10-01_

Os planos aproximados das crianças refletem as suas emoções e o contentamento por conseguirem ter um lugar só seu na escola. Em contrapartida, os planos gerais apresentam as paisagens magníficas dos quatro países, Quénia, Marrocos, Argentina e Índia, bem como a imensidão e os perigos que cada um tem de percorrer para obter a educação que almejam. Pascal Plisson conseguiu transmitir ao público o fervor destas crianças que, sem queixumes e com eternos sorrisos, mostram os seus caminhos, que para nós são de dificuldades mas para eles são de orgulho.

Sur le chemin de l’école continuará a sua jornada a encantar a audiência nacional de Norte a Sul do país. Desde Faro, Santarém, Guimarães, Almada, Beja, Aveiro, Viana de Castelo até às Caldas da Rainha. Para mais informações sobre o seu percurso consulta a página da Festa do Cinema Francês.

9/10

Ficha Técnica
Título: Sur le chemin de l’école
Realizador: Pascal Plisson
Argumento:  Marie-Claire Javoy e Pascal Plisson
Género: Documentário
Duração: 77 minutos