Com o argumento do notório Tenessee Williams, a mais recente encenação de Jorge Silva Melo, com a produção d’Os Artistas Unidos, continua em viagem pelo país e chega ao soalho do Teatro Aveirense já no próximo dia 18 de outubro.

Gata em Telhado de Zinco Quente revolve em torno de temáticas sociais de natureza negra, tais como a ausência dos filhos, a mentira no seio conjugal e as vidas arruinadas pela dependência do álcool. Uma peça que nos faz questionar, afinal, o que é realmente a propriedade privada e os limites da confiança, numa tragédia encabeçada por Catarina Wallenstein e Rúben Gomes. Podes ler uma análise em detalhe a esta obra, escrita pelo redator Rui Alves de Sousa, aqui.

Atualmente em digressão, Gata em Telhado de Zinco Quente já esteve em exibição no Cartaxo (CCC), Viseu (Teatro Viriato) e em Lisboa (CCB) e brevemente rumará a cidades como Setúbal, Bragança e Porto. A sessão inicia-se às 21h30 e o preço dos bilhetes está afixado a 5€.