A estreia absoluta de Hierarquia das Nuvens, a mais recente obra do coreógrafo e bailarino Rui Horta, marca o regresso da Dança à Culturgest nos dias 10 e 11 de outubro, pelas 21h30m, no Grande Auditório.

O espaço, tido como tema e conceito central da criação, transporta consigo inevitáveis questões que servem de base a um espetáculo eminentemente sensorial e reflexivo: Porque queremos estar sempre noutro lugar? A que hierarquia obedecemos nos momentos de escolher? Porque é o espaço tão importante?”

São estas as questões que Rui Horta, aclamado bailarino, criador e coreógrafo português, coloca em cima de palco sob o gesto de sete experientes corpos da Dança: Teresa Alves da Silva, Silvia Bertoncelli, Samuel Retortilho, SylviaRijmer, Filipa Peraltina, André Cabral e Phil Sanger juntam-se ainda a Rui Carvalho, o inconfundível guitarrista português que presentemente leva a cabo o projeto Filho da Mãe.

Na noite de estreia, após o espetáculo, os artistas estarão presentes na Sala 1 da Culturgest para conversar e responder a eventuais questões do público. Os preços, para qualquer uma das noites, são 12€ (bilhete normal) e 5€, para público de idade igual ou inferior a 30 anos.

Hierarquia das Nuvens, após estreia nacional, tem, desde já, as seguintes datas de apresentação agendadas: 18 de outubro – Centro Cultural Vila Flor, Guimarães; 24 de outubro – Teatro Virgínia, Torres Novas; 25 de outubro– Quartel das Artes, Oliveira do Bairro; 1 de novembro – Teatro Principal, Zaragoza; 8 de novembro – Cine-Teatro Curvo Semedo, Montemor-o-Novo; 22 de novembro – Teatro Paco Rabal, Madrid.

Espera-se assim um brinde à Arte, em particular à Dança, numa obra que procura exaltar ”uma poética que transcende a compreensão, o território mais puro da Dança”, a Hierarquia das Nuvens.

http://youtu.be/VNVsOln_Htk