Sempre que um novo iPhone é anunciado, chovem centenas de artigos e de vídeos na internet sobre o novo – ou, neste caso, os novos – topo-de-linha da Apple, todos eles a tentar marcar a diferença e a focar os mais variados as aspetos. Um tópico que causa sempre muita discussão é saber porque é que a empresa fundada por Steve Jobs cobra sempre tanto pelos seus produtos, especialmente quando saem textos a referir um lucro a rondar os 70% sobre o fabrico de cada dispositivo. Vamos lá conhecer esses números.

Não é sem razão que a Apple está avaliada em qualquer coisa como 185,1 biliões de dólares, valor que a coloca no topo da lista de marcas mais valiosas do mundo da tecnologia. Apesar de carregarem consigo qualidade a longo-prazo, os produtos da empresa de Tim Cook estão muitas vezes associados a um padrão social elevado, o que leva muitas vezes a ser dito que, quem compra iPhones e iPads, estão a pagar não só pelo produto mas também pela marca.

Os altos preços praticados pela Apple, aliadas às enormes taxas de lucro, levam a crer que o custo de fabrico dos seus produtos deverá ser bem mais generoso, e assim é mesmo. Um estudo feito pela IHS, uma empresa especializada na vende de componentes para aparelhos móveis, concluiu que o fabrico de um iPhone 6 de 16 GB, que chegou a Portugal pelo preço de 679,89€, custa apenas 200 dólares (157 euros) para ser fabricado – com a mão-de-obra já incluída -, o que garante um lucro de 69%.

O iPhone 6 Plus de 16 GB custa um pouco mais, 215,5 dólares (169 euros), mas a margem de lucro é também superior, 71%, sendo que a versão de 128 GB custa 247 dólares para ser fabricado. A Portugal, a versão de 16 GB chegou por 779,91€.

lead-iphone6plus

Os dados revelados pela IHS colocam o ecrã no topo dos componentes mais caros, custando cerca de 45 dólares no iPhone 6 e 52,5 dólares no caso do iPhone 6 Plus.

Já o processador A8, responsável por garantir o excelente funcionamento do sistema e capaz de aguentar os jogos mais pesados da App Store, não vai além dos 20 dólares, e as câmaras dos dois dispositivos têm também preços que podem também surpreender muita gente: 11 dólares investidos no iPhone 6 e 12,5 dólares, devido ao estabilizador ótico, no iPhone 6 Plus. Dá que pensar.

Fontes: IHS, Time