Estás a andar na rua, muito descansado e feliz, pois acabaste de adquirir o novíssimo iPhone 6 e, de repente, dá-te a vontade de ir ao Facebook. Tiras o iPhone do bolso, mas sentes algo diferente, até que, muito inocentemente, reparas que o teu novo smartphone está… dobrado. O coração começa a bater a mil, paras de andar, fazes uma revisão mental do teu dia para te certificares de que não bebeste álcool e ficas completamente embasbacado. Demasiado surreal para ser verdade? Não.

A internet tem sido nas últimas horas invadida com fotografias dos novos iPhones, 6 e 6 Plus, com uma ligeira dobra, repetindo-se a mesma história do passado. Desde o lançamento do iPhone 5, o primeiro smartphone da Apple a ser construído em metal, que os clientes se têm queixado de coisas como esta pelo simples facto de andarem com o aparelho no bolso:

the_twisted_facts_of_the_iphone_5_01

Este ano, as queixas têm protagonistas diferentes mas contornos semelhantes. A explicação para tudo isto é simples: o universo. O alumínio, o metal que constitui a parte exterior do iPhone é um metal, e por isso está sujeito às leis da física, incluindo dobrar-se quando é aplicada uma força significativa sobre o mesmo. Aliás, dado que os novos aparelhos da Apple são ainda mais finos, isso deixa-os ainda mais suscetíveis a isto:

bent_iphone2E a isto:

10371400_10205055827498064_1172548732661597996_nOu então a isto:

bentiphone

Fotos de outros aparelhos dobrados e feitos em metal, como o Sony Xperia Z1 ou o Blackberry Q10, também apareceram no mundo online ao longos dos tempos. Apesar das críticas, têm sido feitos vários testes aos novos iPhones que comprovam a sua resistência a choques e quedas quando comparados com os seus antecessores.

Fotos via Tech Crunch, Mac Rumours

ATUALIZAÇÃO: Marques Brownlee, um dos YouTubers mais conceituados no mundo da tecnologia, procurou explicar este fenómeno da forma mais simples possível. Segundo o jovem norte-americano, “o iPhone não é compacto, não é reforçado nem é grosso. É um aparelho com um exterior largo, liso e fino composto por alumínio alumínio, e é claro que, quando sofre a aplicação de muita força externa, irá sofrer alterações, pois é isso que os metais macios permitem”, atribuindo também a culpa à falta de uma camada de magnésio no interior do smartphone, algo já existente em outros dispostivos e que compensa a fragilidade dos metais exteriores:

http://youtu.be/s3QcOSyD38M