Bill Gates é provavelmente um dos melhores seres humanos à face da terra. Para além de ter fundado a Microsoft, cujos sistemas operativos são utilizados por milhões e milhões de pessoas nos quatro cantos do planeta, a fortuna do norte americano tem sido em grande parte utilizada na sua fundação para ajudar os mais desfavorecidos. Mas, desta vez, o dinheiro que foi oferecido não servirá para construir um jardim de infância, ou uma escola, mas sim para… fabricar preservativos super-finos.

Diz a Forbes que Bill Gates é a segunda pessoa mais rica no planeta, com uma conta bancária recheada com qualquer coisa como 81,6 biliões de dólares. Contudo, e apesar de ser ainda a figura máxima da Microsoft, a sua principal preocupação nos últimos anos tem passado pela gestão da Fundação Bill e & Melinda Gates – criada em conjunto com a sua esposa, Melinda –, que, há bem pouco, tempo registou o seu maior donativo de sempre: foram 50 milhões de dólares (mais de 38,7 milhões de euros) dirigidos para o combate à ébola.

Mais recentemente, o presidente de 58 anos distribuiu 1,1 milhões de dólares por faculdades para apoiar projetos científicos. Até aqui tudo bem, mas o inusitado aparece quando esses projetos se focam na criação de novos e melhores tipos de preservativos. Um dos estudos, da Universidade de Wollongong, na Austrália, recebeu 100 mil dólares e poderá já colocar em 2015 no mercado um preservativo super-fino que aumenta o prazer de uma relação sexual.

Segundo Dr. Robert Gorkin, um dos líderes do projeto, o tradicional latex será substituído por hidrogel, que, como é constituído essencialmente por água, é capaz de se auto-lubrificar, para além de ser mais macio, igualmente resistente e com uma textura muito semelhante à pele humana.

bill-gates-condom2

GIF: Independent

A ideia é criar “o preservativo mais fino do mundo” para que os homens o “queiram usar” ao invés de “terem de o usar”, prevenindo desta forma o alastramento de doenças sexualmente transmissíveis e o controlo do crescimento populacional. Bill Gates, presente numa palestra em Nova Deli no dia de ontem, disse que o projeto está a andar a um bom ritmo e que já falta pouco para que o produto final seja revelado.

Para além deste projeto, Gates apoiou também numa universidade que pretende criar um preservativo com metade da espessura dos já existentes no mercado e ainda um tipo de preservativo que cobre apenas a ponta do pénis, funcionando como um capacete. Algo assim:

http://youtu.be/XVhYD-1_bxs