O Cinema City Leiria organizou, em parceria com a distribuidora Alambique, o primeiro ciclo de Cinema do Mundo, que vai decorrer de 18 a 24 de setembro.

A programação conta com quatro filmes, todos coproduções de várias países, como Arábia Saudita, Alemanha, Reino Unido, Brasil e Israel. A seleção teve também em atenção a qualidade dos filmes, que apresentam um currículo notório a nível de prémios e festivais internacionais.

Fica a conhecer melhor este ciclo aqui:

O SONHO DE WADJDA, de Haifaa Al-Mansour

Wadjda tem 10 anos e vive num subúrbio de Riade, a capital da Arábia Saudita. Embora viva num mundo conservador, Wadjda gosta de se divertir, é empreendedora e está sempre a testar os limites daquilo que pode fazer sem ser castigada. Quando Wadjda vê uma linda bicicleta verde à venda, decide tentar arranjar o dinheiro por si mesma, para assim poder fazer corridas com o seu amigo Abdullah. Mas a mãe de Wadjda receia as repercussões de uma sociedade que vê as bicicletas como algo perigoso para a virtude de uma menina.

WADJDA - CARTAZ FINAL_media

TROPICÁLIA, de Marcelo Machado

Uma viagem de sons e imagens pela história de um dos mais icónicos movimentos culturais brasileiros dos anos 1960. Numa panorâmica construída de forma afetiva, a partir de uma miscelânea de referências, entrevistas, material de arquivo, imagens e, claro, canções, somos levados numa viagem pelo movimento pela mão de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Zé, Os Mutantes, entre outros.

Cartaz

MÃE E FILHO, de Calin Peter Netzer

Cornelia tem 60 anos e, essencialmente, é infeliz: o filho, Barbu, de 34 anos, luta com todas as suas forças para se tornar independente. Saiu de casa, tem carro próprio, uma namorada que Cornelia não aprova e – o mais perturbador – evita a mãe tanto quanto possível. Quando Cornelia descobre que Barbu esteve envolvido num acidente trágico, o seu instinto maternal é maior e serve-se de todos os seus talentos, dos amigos bem colocados e do dinheiro para salvar Barbu da cadeia. A fronteira entre amor maternal e manipulação interesseira é ténue. Será ela capaz de o libertar e deixar crescer…?

CHILD'S POSE - CARTAZ FINAL_media

O ACTO DE MATAR, de Joshua Oppenheimer

Num país onde os assassinos são celebrados como heróis, o realizador e a sua equipa desafiaram os líderes impenitentes dos esquadrões da morte a encenar o seu papel no genocídio. O resultado alucinante é um delirante sonho cinematográfico, um mergulho perturbador nas profundezas da imaginação de assassinos em massa e no chocante regime de corrupção e impunidade banais em que vivem.

THE ACT OF KILLING - CARTAZ FINAL_media

Consulta os preços e horários  aqui