Pelas palavras de Pedro Homem de Melo e voz de Amália, “Havemos de ir a Viana” já se tornou feito cumprido de milhares de pessoas. Se te preparas para ser caloiro do pólo académico desta cidade e veres assim este hino realizado também por ti, não percas as sugestões que temos para te oferecer. 

A visitar:

1 – Santa Luzia; Citânia

Monte de Santa Luzia , Viana do Castelo , Regio Norte , Portugal , Europe

Para começar por cima, Santa Luzia dá nome ao monte mais conhecido da cidade e ainda à Basílica do séc. XIX que se apresenta como cartão-de-visita de Viana do Castelo. O templo-monumento goza de uma grandiosidade acrescida pela localização que possui. Cercado de verde e com a cidade aos pés, o zimbório que o compõe no topo oferece uma vista inigualável que muitos não esquecerão. Para lá chegar, além de carro pode fazer-se o percurso mais curto e interessante através do funicular. Mas as opções não acabam aqui e os mais corajosos podem sempre fazê-lo a pé através do escadório de Santa Luzia.

Uma vez lá, a citânia representa outro ponto de importância. Para os interessados numa visita histórica, estes vestígios da Idade do Ferro (séc. VII a III a. C) são classificados como monumento nacional.

Seja para relaxar, alegrar as vistas ou aumentar a cultura, o monte de Santa Luzia consegue ser ideal para os jovens. A menos que passe da meia-noite e estejam em praxe.

2 – Santiago da Barra; Gil Eanes

Aproveitando a deixa da visita histórica, por entre os diversos museus, fachadas e igrejas, o forte de Santiago da Barra, de planta pentagonal, é um ponto a assinalar no mapa. Uma vez em Viana do Castelo, seria falha não ver um. É aqui que, em Agosto, se dá palco a alguns dos maiores nomes da música eletrónica internacional, no festival Neopop.

Também imagem de marca da cidade, o ex navio-hospital aqui construído serve agora de espaço museológico e Pousada da Juventude. Para quem não tiver interessado numa visita, porque não tomar café nesta atração turística que prestou apoio durante a pesca do bacalhau.

3 – Desportos Náuticos

Aos menos interessados em sugestões com história e aos adeptos do desporto, as opções estão longe de ser limitadas no que toca aos rios e mares. Cidade monte/praia/rio. As inúmeras praias agrupam-se para dar a esta cidade o estatuto de Princesa do Lima e fazer as alegrias de miúdos e graúdos nos desportos náuticos. Desde a praia do cabedelo até à praia da Arda, passando pelo  Lima, surf, bodyboard, windsurf, kitesurf, stand-up paddle, remo, vela, entre outros, são algumas das modalidades ao dispor dos interessados.

4 –Praia Norte

Falando de praias, uma das mais conhecidas e centrais intitula-se como Praia Norte.

Esta praia rochosa é rica em iodo e famosa pelas suas duas piscinas naturais. Ideal para todos os estudantes que precisarem de acordar a tempo dos exames. Chapadas de vento e caranguejos manhosos abrem as hostes do dia. Seguindo caminho pelo paredão, aproxima-se uma zona de caminhadas e exercícios saudáveis, facilmente suportáveis graças à vista e à localização beira-mar. Ao fundo o farol espera em silêncio pelos aventurosos que verão assim, a meta chegar ao fim.

5 – Praça da República

Banda Gaiteiros José Pedro - Viana do Castelo (2)

Prosseguindo para o centro histórico, parte antiga da cidade e não o bar/discoteca com o mesmo nome, encontra-se a conhecida Praça da República.

Dada a sua localização central é ponto de encontro para muitos, seja de dia ou de noite.  Para além do Museu do Traje, do Chafariz e dos Paços do Concelho, os bares Taurino e Liz (um pouco mais acima) refrescam gargantas com um pouco mais do que água, reunindo por lá jovens universitários.

6 – Praça da Erva

Não longe desta praça está a mais pequena mas animada Praça da Erva. Aquela que no Verão dá lugar a concertos de Jazz, continua com vida nos estabelecimentos circundantes. Freguez, loja e café, oferece aos clientes música ao vivo consoante a programação. Seguindo o caminho, a próxima paragem é o República Caffe Bar, que não deixa nunca de ser um sítio capaz de aglomerar bastantes pessoas na praça. A festa continua até ao Centro Histórico e desta vez sim, falamos do bar/discoteca da rua dos Fornos. Se à sexta-feira e ao sábado fazem noites temáticas, à terça, quarta e quinta-feira as noites são académicas. Caloiro ou não, se és estudante de Viana do Castelo, apostamos que muitas das tuas noites ainda serão passadas aqui.

7 – Praça da Liberdade

IMG_0182

Praça da Liberdade é o nome da última praça da lista, outro grande ponto de encontro da juventude e não só. Nas margens do rio Lima, cafés, restaurantes e bares amealham  pessoas com ementas, bebidas e música. Foz Viana, Bella Club e Gôndola Bar são alguns dos que ouvirás falar.

8 – Biblioteca Municipal

Quem avança na direção da Ponte Eiffel irá imediatamente encontrar um edifício novo, grande e moderno. Dá pelo nome de Biblioteca Municipal. Infelizmente a vida não é só passeio e boas vistas. Caso precises de estudar, ou de fingir que o fazes, aqui está uma boa opção. No entanto, apesar das suas dimensões, nunca parece grande o suficiente em época de exames, pelo que chegar cedo é uma sorte que protege os audazes.

9 – Marina; Jardim da Cidade

Imediatamente a seguir encontra-se a marina com o jardim da cidade em frente. Estes dois espaços verdes são outra sugestão que te deixamos. Do lado da marina: o parque infantil se te quiseres sentir criança, muita relva, um halfpipe e muitas escadinhas para quem se quiser aproximar do rio Lima. Do lado do jardim: árvores, bancos, cafés e mais árvores. Destaque para o À Moda Antiga – Retro Market & Bistro. O café vintage pode ser uma caixinha de surpresas. Por entre cadernos, sabonetes, t-shirts, sapatilhas e bicicletas, poderás ainda encontrar radler caseira e ementas deliciosas, com música ao vivo.

10 – Poço Azul

13c767f56130615ebcedabea4ef171b1

O último lugar da primeira parte da lista chama-se Poço Azul e tem tanto de belo como de perigoso. A lagoa de Afife, maravilha da mãe natureza, pode até ter pedras que exigem cuidado redobrado de escorregadias que são mas certamente valerá a pena. Excelente para quem procura um pouco de sossego e beleza, ou refugio às aulas.

>> Se quiseres ficar a par de novidades no campo musical, esta página é um ciclo de concertos de música que te podem interessar: https://www.facebook.com/VIBE.vianadocastelo.

A saborear:

1 – Confeitaria Manuel Natário

DSC04583

Para abrir as sugestões, nada melhor do que começar pelas melhores bolas de Berlim do país. Isso mesmo, se Belém tem os seus pastéis de nata, Viana tem as bolas.

A confeitaria Manuel Natário não tem só fama no Minho como bem para além dele. E verdade seja dita, merece-a. Pergunte-se a quem se perguntar, dê por onde der, esta será sempre uma paragem obrigatória nesta cidade, tendo já tornado a pastelaria um símbolo icónico.

2 – Comida e Bebida à Descrição

E porque o que não pode faltar na vida académica são jantares com comida e bebida à descrição, prontamente te dizemos que Viana te põe à disposição alguns. A bom preço, comer bem e beber melhor é sempre o fator de maior peso na escolha do restaurante, por isso deixamos-te com dois dos que te permitem optar por menus normais ou à descrição: Tabernão e Marquês, ambos relativamente perto da ribeira.

3 – Confeitaria Brasileira

Confeitaria Brasileira - Viana do Castelo (2)

A seguinte pastelaria chama-se Brasileira, mas não tem um Fernando Pessoa à porta. O que tem sim são uns bolinhos e tartes de fruta deliciosos. Assim como macarons e croissants. E chocolates. Muitos. Bom, o melhor mesmo é ires lá e tirares as dúvidas por ti mesmo. Toda a gente sabe que às vezes a vida de estudante pode precisar de um pouco de açúcar.

4 – Casa Primavera

Formalmente conhecida como Casa Primavera – Taberna Soares, é vulgarmente bem mais falada como Tasca Tone Bento. Se o nome ao início pode estranhar e fazer duvidar, quem lá vai parece sair sem dúvida alguma. A relação qualidade/preço do marisco que aqui se come não deixa hesitações aos fregueses que se prontificam a regressar.

5 – Gôndola – República dos Gelados

Para ir alternando entre pratos principais e doces, o destaque chega agora ao Gôndola, desta vez enquanto República dos Gelados. Situado na praça da Liberdade, mesmo em frente ao Centro Cultural. Para escolher entre a oferta basta olhar o cardápio. Para o mais fervoroso do guloso, apontamos para a sopa, onde frutas frescas vêm banhadas em chocolate derretido.

6 – Tasquinha da Praça

Tasquinha da Praça, assim é o nome de um outro restaurante na mesma zona do anterior. De bacalhau, a francesinhas, passando pelos bifes, vai somando fans, conquistados pelo bom da cozinha portuguesa a bom preço.

7 – Santoinho

15559899_pditI

O espaço que se segue merece um dos maiores destaques, senão o maior. Apelidado de Santoinho, o que esta quinta tem para te oferecer está para lá da comida… aqui vais encontrar o verdadeiro espírito minhoto. Com o senão dos preços a fugir às carteiras dos estudantes, vale a pena pensar que a entidade faz descontos a grupos. Afirmado pelos próprios “É em Santoinho que se revive a cultura tradicional da vida do campo, com as músicas e danças folclóricas, na companhia dos petiscos à base de sardinhas, frango assado, fêveras grelhadas na brasa e broa, regados pelo vinho verde da região e o conhecido champorreão, culminando com o saboroso e aconchegante caldo verde.” Se vais passar um período nesta cidade, este é o sítio onde deves absolutamente ir. São camisas entreabertas, de senhores feitos de bigode e pelo no peito, que te lançam um sorriso maroto de quem já está ligeiramente embriagado. E se isto não te convenceu, deixa que os números o façam. Em 40 anos de existência, a quinta recebeu cerca de 4 milhões de pessoas de todo o mundo.

8 – Pizzaria Dolce Vianna

Pizzaria Dolce Vianna, tal como o nome indica é um restaurante italiano, mas que também serve pratos típicos minhotos. É de localização central e as pizzas são a sua especialidade. Nada como provar e ver que o Minho também se pode misturar com a Toscânia.

9 – Espigueiro

O restaurante Espigueiro assume este nome dada a sua forma. Situa-se em frente ao Santoinho e serve aos clientes iguarias típicas. Tem cariz regional e a sua sangria é muito bem falada… e bebida.

10 – Grab&Go

Para terminar as sugestões que temos para ti, não o fazemos com um café e muito menos um restaurante. Trata-se de um Grab&Go, um serviço de vending machine que te põe ao dispor em menos de 30 de segundos, kebabs, hambúrgueres, salgados, chocolates, café, entre outros. Numa vida de azáfama entre estudos e festa, comida à disposição 24/7 é uma dádiva bem-vinda. A apontar: Rua de Monserrate 176 D.

 Viana (1)

Quem gosta vem, quem ama fica.” Assim é o mote de uma cidade que se disponibiliza para te apaixonar.

Texto: Rita Barbosa