O festival mais assustador do ano está a chegar a Lisboa para a sua oitava edição. Muitos sustos são garantidos, mas fica aqui a saber quais os filmes que deves marcar na tua lista de “must see“.

Com uma óptima programação, o MOTELx regressa em grande para mais uma edição que promete assombrar o Cinema São Jorge e o Teatro Tivoli, em Lisboa. Desde o humor negro ao gore, do fantástico ao sobrenatural, há imensos subgéneros do terror para explorar neste festival, num dos seus mais diversificados programas até à data.

Em Room’s Service – Serviço de Quarto

The Babadook

dibujos-malrolleros-y-posesiones-chungas-con-the-babadook

Com uma fotografia que parece ser bastante interessante, The Babadook marca a estreia de Jennifer Kent em longas-metragens. Depois de ter estreado em Sundance, nos EUA, o filme de Kent passa por Lisboa no MOTELx, o festival dedicado ao terror.

Amelia, mãe solteira, assombrada pela morte violenta do marido, tem de lidar com os medos nocturnos do filho, o pequeno Samuel, que se afirma perseguido por uma criatura chamada “Babadook.

Cannibal

1379955543788_0570x0342_1379955864387

Estamos já bastante habituados a filmes espanhóis na programação do MOTELx, tirando a indústria norte-americana e japonesa, Espanha é dos maiores produtores mundiais de cinema de terror e, por isso mesmo, é um dos países com maior representação na história do festival. Este ano em que se homenageia o realizador basco Álex de la Iglesia, Manuel Martín Cuenca vê o seu filme ser projectado nas salas do São Jorge.

Carlos é o alfaiate mais prestigiado de Granada, mas por detrás desta fachada esconde-se um homicida desprovido de remorsos ou sentimentos de culpa. Até que Nina surge na sua vida. Ela fá-lo-á  entender a verdadeira natureza dos seus actos e, pela primeira vez, o amor desperta.

Killers

d5uwGMo4SYMfmofCy55mdf247Pc

Claro está, se Espanha é representada no MOTELx, os reis do terror também não poderiam deixar de o ser. Depois de no ano passado se fazer homenagem a Hideo Nakata, mestre do horror japonês, o país oriental é agora representado por diversos filmes, entre eles o curioso Killers dos Mo Brothers que se torna numa curiosa pareceria entre o horror japonês e o indonésio (outra grande potência nesta indústria).

O sr. Nomura é um elegante e bem vestido assassino em série que ataca as mulheres de Tóquio. Em Jacarta, cansado da vida, um jornalista chamado Bayu torna-se justiceiro, depois de assassinar brutalmente dois ladrões sádicos. Quando os dois colocam vídeos dos respectivos massacres online, descobrem-se um ao outro na internet, iniciando um duelo competitivo. 

 

The Guest

13890-1

Depois de no ano passado o realizador Adam Wingard e o argumentista Simon Barret terem fechado com chave de ouro o festival MOTELx numa última sessão memorável de You’re Next, a dupla volta com The Guest. E se isto não bastasse para suscitar a curiosidade em ver este filme, fiquemos desde já a saber que ele passou pelo Sundance e se afirma já como dos melhores thrillers americanos do ano.

 David é o convidado perfeito. Simpático e prestável, este jovem soldado visita a casa da família Peterson, afirmando ser um grande amigo do filho que morreu no campo de batalha. A família dá as boas-vindas a David e convidam-no a entrar na vida deles. Mas quando várias pessoas morrem misteriosamente na cidade, Anna, a filha adolescente, começa a suspeitar que David é o responsável pelos terríveis crimes.  

It Follows

It_Follows_review_-_CANNES_article_story_large

Mais um filme norte-americano, a indústria que mais produz e mais filmes tem no festival em sua representação. Desta feita não encontramos uma grande produção, It Follows afirma-se como um indie de terror que promete cativar o seu público, não tivesse ele estreado na Semana da Crítica em Cannes.

Para a adolescente Jay, o Outono deveria passar-se entre a escola, os rapazes e os fins-de-semana no lago. Mas após um inocente encontro sexual, ela sente-se perseguida por estranhas visões e a sensação de estar a ser vigiada. Confrontados com este fardo, Jay e os seus amigos têm de descobrir uma forma de escapar aos horrores que os espreitam na escuri- dão e os seguem de muito perto.  

Em Rétro Álex de la Iglesia

El Día de La Bestia

1269132677826_f

Esta edição do MOTELx está a fazer uma retrospectiva na carreira do realizador basco, Álex de la Iglesia, e nada melhor para conhecer um pouco mais do seu fabuloso trabalho no mundo cinematográfico do terror do que El Día de La Bestia, um filme multi-galardoado nos prémios Goya.

 Ángel, um padre basco, acredita ter decifrado o código que revela o dia em que o anticristo nascerá: 25 de Dezembro. Decide então partir para Madrid para tentar prevenir o Apocalipse. No caminho, junta-se a José Maria, um empregado de uma loja de música, fã de heavy metal, e Cavan, um falso psíquico de televisão. Juntos, tentarão invocar o diabo para descobrirem o local exacto onde o anticristo vai nascer. 

Em Quarto Perdido – Literatura Negra

Os Canibais

21050173_20131016170303731

O cinema português é representado no festival pelo mestre da 7ª arte em Portugal, Manoel de Oliveira e o seu Os Canibais que se afirma como um dos expoentes máximos do género negro-gótico português. Esta é a oportunidade perfeita de ver, ou até rever, este marcante filme.

Margarida está loucamente apaixonada pelo visconde de Alveleda, fidalgo rico e misterioso. Esta paixão desperta muitas invejas no meio onde se move – a alta aristocracia do século XIX. O visconde ama Margarida mas esconde um terrível segredo, que não chega para impedir o casamento entre ambos. Na noite de núpcias, o visconde revela a sua verdadeira natureza a Margarida.

Em Lobo Mau

Fantasia

Chernabog-walt-disney-characters-19629069-1280-768

Sim, um filme da Disney num festival de cinema dedicado ao terror. Aliás, esta secção não projecta apenas um, mas três longas-metragens dos estúdios de animação mais conhecidos do mundo. Fantasia é destacado pelas suas primorosas  sequências de animação, sempre aliadas a uma banda-sonora irrepreensível.

Oito peças musicais são pano de fundo de outras tantas sequências animadas, umas seguindo uma estrutura narrativa e outras mais abstractas. Entre os segmentos mais famosos, inclui-se “O Aprendiz de Feiticeiro”, em que o Rato Mickey interpreta a personagem principal, “Sagração da Primavera”, onde se ilustra a evolução da vida na Terra ou a “Dança das Horas”, com o seu gracioso ballet de avestruzes e hipopótamos. 

 O festival de terror mais aguardado do ano volta então para a sua 8ª edição e começa já amanhã, dia 10 de Setembro e prolonga-se até dia 14, no Cinema São Jorge e Teatro Tivoli. Podes consultar o site do MOTELx’14 aqui.

Todas as sinopses que constam neste artigo estão em itálico e foram disponibilizadas pela programação do festival.