A European Best Destinations, a agência de viagens com sede em Bruxelas, que se destina a promover o turismo e a cultura, elaborou uma lista com os 13 melhores museus da Europa. Nesta lista encontra-se um museu português, o Museu da Fundação de Serralves, no Porto.

O Museu da Fundação de Serralves, no Porto, é o museu mais importante de arte contemporânea em Portugal e na lista da European Best Destinations ocupa no nono lugar dos melhores museus europeus. Este conta com uma vasta coleção, incluindo exposições temporárias, programas de edução pública, iniciativas publicitárias, colaborações nacionais e internacionais para promover a arte e a cultura contemporânea, para além de fortalecer os laços com a comunidade e com a arte.

b1_museu_35358475650f98f842de17

 

Fica a conhecer ainda alguns dos outros museus europeus referenciados na lista. Poderás consultar o artigo original aqui.

1º lugar: No pódio encontra-se o British Museum, em Londres, que conta com uma coleção permanente de 8 milhões de trabalhos de todo o mundo. A coleção ressalta a história e a cultura humana desde os primórdios da humanidade até à atualidade.

British_Museum_Dome

2º lugar: O Centre Georges Pompidou, conhecido como Pompidou Centre, fica na zona de Beauborg, em França e ocupa o segundo lugar da lista. Para além de possuir uma grande biblioteca pública, a Bibliothèque publique d’information, o centro integra o Musée National d’Art Moderne,  o maior museu de arte moderna da Europa, assim como o IRCAM, o centro de pesquisa de música acústica. Desde a sua fundação, em 1977,  já passaram pelo centro mais de 150 milhões de visitantes.

Centre-Georges-Pompidou-Photo5

3º lugar: O Rijksmuseum foi fundado em Haia, em 1800 e oito anos depois mudou-se para Amesterdão. O edifício, projetado por Pierre Cuypers, contou  no ano passado com 2,2 milhões de visitantes.

Amsterdam_-_Rijksmuseum

4º lugar: Em quarto lugar está o Museu de Louvre, em Paris, que para além de ser um dos maiores museus do mundo é também considerado um monumento histórico. Quem visitar o Louvre poderá contemplar perto de 35,000 objetos desde da pré-história até ao século XXI.

Louvre_2007_02_24_c

5º lugar: O Museu do Prado, em Madrid, conta com uma coleção de 2,300 pinturas, para além de um grande número de esculturas, desenhos, gravuras, muitos deles obtidos através de legados ou doações.

o-museu-do-prado-em-madri-10

6º lugar: Em sexto lugar está o Tate Modern, em Londres. A galeria internacional britânica de arte moderna faz parte do grupo Tate. O museu Tate detém a coleção nacional britânica desde 1900 até ao presente, para além de uma coleção de arte moderna e contemporânea internacional.

museu-tate6

7º lugar: Novamente em Londres, a National Gallery tem uma coleção de 2,300 pinturas, como o Museu do Prado, em Madrid, que abarca os   meados do século XIII até 1900. Como o acervo pertence ao público inglês a entrada para a ver a coleção principal é gratuita.

national gallery

8º lugar: A Casa de Anne Frank, em Amesterdão, é uma das principais atrações da cidade.

anne

10º luhar:  Em Berlim, a Gemäldegalerie possui uma das mais importantes coleções de pintura europeia do século XIII ao XVIII. Aqui encontram-se obras de Jan  van Eyck, Pieter Bruegel, Albrecht DürerRaphaelTitianCaravaggio, Peter Paul Rubens, Rembrandt, e Jan Vermeer van Delft.

gemaeldegalerie_eingang_440x330

11º lugar: No país vizinho, mais precisamente em Madrid, é destacado o Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia.  Ao longo dos anos, o museu tem vindo a adquirir cada vez mais obras de arte, para além de organizar várias exposições temporárias e  atividades educacionais e culturais com o intuito de atrair mais visitantes.

rainha

12º lugar: O Museu Art Brut, na Suíça, destaca-se pelas criações fora do habitual. A sua coleção é constituída pela doação de obras de arte da artista Jean Dubuff, que se destaca pela brutalidade, crueldade e pelos próprios impulsos do artista.

collection-de-l-art-brut

13º lugar: Por último, mas não menos importante temos o Uffizi Gallery, em Florença. Este já contou com uma vasta coleção de armas, instrumentos científicos e achados arqueológicos, no entanto, no século XVII, devido a uma reorganização do museu, muitos destes itens foram transferidos para outros museus. Atualmente o museu é basicamente uma galeria de imagens que vão desde o século XIII até ao século XVIII.

Uffizi_Gallery,_Florence