De terça a sábado, até ao dia 19 de outubro, entre as 9h e as 12h30 no período da manhã e das 14h às 18h no período da tarde, no Centro de Artes de Nadir Afonso, estarão expostos cerca de 300 estudos do artista.

Nadir Afonso – Sequenzas é o nome da exposição que reúne três períodos da vida artística de Nadir Afonso. São eles o Espacilimeté, onde o espaço e o movimento se mesclam; o Barroco, com trabalhos onde se observam formas mais abertas, espiraladas e dinâmicas e por fim o Egípcio, com trabalhos que remetem para a cultura egípcia.

Entre 1940 e 1960, o artista criava consoante os recursos que tinha disponíveis. Por isso mesmo, é possível encontrar vários trabalhos realizados em versos de desenhos académicos, recibos, papéis de cálculo, entre outros materiais.

Sob a curadoria de Maria de Fátima Lambert, esta exposição explora as “virtuosidades da composição geométrica”, através dos motivos retilíneos, circulares ou quadrangulares, assim como Nadir Afonso pretendia.