O jornalista e correspondente da SIC no Médio Oriente, Henrique Cymerman, foi esta quarta-feira distinguido com o prémio Direitos Humanos da Advocacia 2014, concedidos pelo Conselho Geral da Advocacia Espanhola.

Henrique Cymerman foi distinguido na categoria de meios de comunicação social. O jornalista é presença constante na SIC enquanto repórter em zonas de conflito e com entrevistas a figuras ilustres do panorama internacional, das quais se destaca a primeira que o Papa Francisco concedeu a uma estação de televisão.

Correspondente das publicações La Vanguardia e Mediaset no Médio Oriente, e do jornal Expresso em Telavive, este prémio surge na sequência do encontro que promoveu entre os presidentes de Israel, Simon Peres, e da Palestina, Mahmud Abbas, celebrado no Vaticano. Os jurados premiaram a mediação do jornalista e consideraram o encontro “um ato histórico e sem precedentes, a favor da paz“.

Na categoria de instituições, foi premiada a Escola Ciudad de los Muchachos que, desde que foi fundada em 1970, acolheu milhares de crianças e jovens em situação de risco.

Esta não é a primeira vez que o jornalista português é distinguido internacionalmente. Em dezembro de 2009 foi premiado pela Associação Espanhola de Profissionais, em fevereiro de 2012 ganhou o Daniel Pearl Award da Anti-Defamation League, e no mês de dezembro do mesmo ano foi distinguido com a Comenda da Ordem de Mérito Cívil espanhola.