O FARCUME terminou. Na última noite tivemos algumas entradas sólidas no festival, assim como várias surpresas nos vencedores.

A propósito de NDUGU foi um filme ambivalente: embora os atores fossem assumidamente amadores, a maneira como foram gravados e o contexto em que se inseriam, não era. A ideia é simpática e a sua conceção agradável.

37cub1s30w8605a01x_01

De Jean Collete, Electric Indigo consegue mesclar uma cinematografia cuidada com música, numa onda de poesia inegável. De uma base original, surge uma história em tudo semelhante a A Vida de Àdele: e embora não esteja sequer perto do nível desse filme, consegue deixar uma mensagem semelhante.

electric-indigo

A curta espanhola Sinceridad, foi uma sátira perfeita. Em apenas 3 minutos fez rolar muitas lágrimas de riso ao público presente. Sem muita pressão ou malabarismos, conseguiu implementar a sua ideia e deixar a plateia a pedir por mais.

fasdfasda

Remissão Completa já leva um grande percurso em festivais, e deixou também a sua marca no FARCUME. Embora os seus 15 minutos sejam algo puxados (muito por causa de algumas cenas de contemplação desnecessariamente longas), consegue conquistá-los através de um desenvolvimento do protagonista bem estruturado e interpretações fortes. A narração talvez não tenha sido o melhor artificie para contar a história, mas acaba por servir na maior parte das ocasiões.

1493204_1890176_2042943483_n

Piove é uma comédia italiana. Ora, um dos seus principais problemas é que todos atores parecem estar a imitar Roberto Benigni (protagonista de A Vida é Bela). Se esse era o objectivo do realizador, este estará a tentar escrever um recado ao cinema italiano em geral. Em todo o caso, o humor que expressa é ocasionalmente inteligente, evocando uma certa aura “Felliniana” que há muito não aparecia.

Com um fundo português, o espanhol Javier Macipe apresenta Os meninos do rio. Mostrando uma realidade bem credível, esta curta-metragem tem por protagonista um rapazito gordo apaixonado pela sua vizinha mais gira. Com uma certa dose de drama, poesia (escrita e visual) e também parvoíce juvenil, esta é uma história intemporal que mereceu bem a sua entrada neste e em qualquer festival.

O tiro que não saiu pela culatra pode ser resumido a uma simples descrição: este é o grito de revolta dos hipsters brasileiros. O filme pode ser visto na íntegra online.

Realizado por José Moreira, Falha do Sistema é uma curta-metragem de 10 minutos. Com uma premissa cheia de potencial, que facilmente poderia ter variado para uma revolução de valores à portuguesa, decide-se por um enredo cheio de clichés, com uma execução a nível técnico de grande qualidade, mas sem um argumento ou interpretações fortes a sustentá-lo.

388791_4789_1213018539_n

No final das sessões foram apresentados os prémios nas diversas categorias.

Videoclip

Menção Honrosa: DSK – Cianuro Disco Funk – Montero & Lesta

3º Lugar: A Song for ElaineBorja Ramirez

2º Lugar: O Tempo na tua MãoPedro Matos

1º Lugar: Garden’s RoadJuan Galinanes

 

Animação

Menções Honrosas: Inércia – Mariano Bergara  / Eugénia – Deborah Cywiner

3º Lugar: A Life Story – Artur Correia

2º Lugar: Premier Automne – Carlos de Carvalho

1º Lugar: Payada Pá Satán – António e Carlos Baiseiro

 

Documentário

Menções Honrosas: Pescardor de um rio sem margens – Rodolfo Silveira / Kabeza – Fernando Bordeu

3º Lugar: Quando eu vestia o meu terno de couro – Flavio Farias

2º Lugar: Piove, il film di Pio – Thiago Mendonça

1º Lugar: Jeuh Kieh a JM HM Kahum – Arturo Aguilar

 

Houve ainda espaço para 2 prémios especiais. O Prémio do Público foi entregue a Lost Haven de Patrício Faísca, e o Prémio Curtissima (para curtas metragens até 5 minutos) foi atribuído a Sinceridad, de Andrea Casaseca.

Na categoria de ficção o Espalha-Factos deixa-vos o seu top 5, seguido dos vencedores escolhidos pelo júri do FARCUME.

EF – Ficção

5º Lugar: Lost Haven – Patrício Faísca

4º Lugar: Dentro Del Túnel – Sérgio Román

3º Lugar: Noah Hammer – João Kowalski

2º Lugar: Do Outro Lado da RuaPedro Bessa

1º Lugar: CiganoDavid Bonneville

 

Júri FARCUME

Menções Honrosas: No Love Lost – Shekhar Bassi / A propóstio de NDUGU – David Muñoz / Dentro Del Túnel – Sérgio Román /Entre Ange et Démon – Pascal Fomey

3º Lugar: Cigano – David Bonneville

2º Lugar: Os Meninos do Rio – Javier Macipe

1º Lugar: Falha do Sistema – José Moreira