Segundo a revista norte-americana Forbes, Londres é a cidade com maior influência no mundo. A glória do passado foi um dos factores que colocou a capital britânica no primeiro lugar da tabela. 

O Reino Unido é agora uma potência de segunda classe, mas é o legado incomparável da cidade enquanto capital financeira mundial que sustenta a proeminência [da capital britânica]“, afirma a Forbes citada pelo The Telegraph.

O elevado número de empresas, a existência de um sistema político e judicial que são referência em todo o mundo e a posição central que ocupa a nível dos transportes mundiais foram outros factores que contribuíram para a eleição de Londres como sendo a cidade com maior influência do mundo. A Forbes utiliza oito fatores para medir a influência das cidades: o nível de investimento directo vindo do estrangeiro, o número de sedes empresariais, a variedade e os tipos de negócios dominantes,  a força dos serviços financeiros, a facilidade com que viaja através de avião para outras cidades, tecnologia e poder dos media e a diversidade racial.

A análise dos vários factores colocou Londres, Nova Iorque e Paris no top três das cidades mais influentes do mundo. Empatadas na décima posição estão as cidades de São Francisco e Los Angeles nos Estados Unidos e a capital do Canadá, Toronto. Singapura, na Malásia; Tokyo, capital do Japão; Hong Kong, cidade chinesa; Dubai, nos Emirados Árabes e Pequim, capital da China, ocupam respectivamente o quinto, o sexto, o sétimo, o oitavo e o nono lugar. A capital australiana, Sydney, ocupa a nona posição empatada e ao lado da capital chinesa.

Por agora, o futuro da cidade global não pertence a maior ou a que tem um crescimento mais rápido. Mas sim a cidade mais eficiente e experiente e aquelas com um forte pedigree histórico“, lê-se na Forbes.Isto aumento o nível de todas as cidade que ambicionam entrar neste clube de elite“, continua.