Kimbra The Golden Echo cover

The Golden Echo, de Kimbra: Sons de outro mundo

The Golden Echo é o segundo álbum da cantora neozelandesa, e tem o seu lançamento oficial marcado para a próxima terça-feira (19). Sobreposição e manipulação de vozes, arranjos eletrónicos e percussão são alguns dos elementos que facilmente podem ser reconhecidos ao longo do álbum.

Apesar de se afastar do registo que Kimbra demarcou em Vows, em 2011, já se podia antever um novo estilo musical a partir das atuações ao vivo de canções como Settle Down (cada apresentação do single corresponde a uma versão diferente da música), e Plain Gold Ring, primeiramente cantada por Nina Simone.

O álbum começa muito bem. Teen Heat introduz da melhor forma possível este novo registo de Kimbra e transporta o ouvinte numa viagem no tempo, levando-o a determinados momentos na vida da cantora. Esta música fala da sua descoberta sexual, não deixando, no entanto, de ser uma música com um certo romantismo. O refrão, ao quebrar o ritmo lento com que a música começa e com um arranjo de sintetizadores diferente, faz com que o restante álbum pareça promissor e faz querer ouvir mais deste novo projeto.

http://youtu.be/lHGRNUVqmas

90’s Music prossegue a analepse: relembrando um relacionamento especial, que a marcou imenso; tanto que as músicas da década de 90 ainda a fazem relembrar alguns momentos passados com o antigo namorado. Esta faixa é sem dúvida um dos pontos altos do disco. Apesar das más recordações, Kimbra pretende animar quem ouve 90’s Music, dado o tom festivo do primeiro ao último segundo da música.

http://youtu.be/s0yi8D15r7o

A música que se segue, Carolina, traz uma onda mais cool. É sem dúvida uma música que se destaca entre todas as outras. O andamento da percussão, junto do ritmo da voz, conferem um tom mais relaxado à canção, evadindo o ouvinte para um ambiente calmo e agradável.

http://youtu.be/ot_aiIuV2G4

Goldmine, de acordo com o site Genious, assenta numa metáfora, na qual a “mina de ouro” é o seu amor, ou o seu talento musical (não é explícito), cujo valor a cantora não tem receio de o afirmar. Por momentos, esta música relembra Like a Dudede Jessie J, por ser um pouco sombria, e pelo instrumental, que apresenta algumas semelhanças.

http://youtu.be/zDgDkCdrqFg

Ouvindo Miracle reconhecemos imediatamente uma das inspirações de Kimbra neste álbum: Michael Jackson. A música faz-nos certamente associá-la ao hit Don’t Stop ‘Til You Get Enoughtrazendo um pouco de Disco ao novo projeto. Além disso, é com facilidade que se identificam algumas parecenças entre esta faixa e Physical de Olivia Newton-John, nomeadamente no refrão, em que Kimbra canta “Cause you’re a miracle, miracle“, e conseguimos encaixar o refrão de Newton-Jonh (“Let´s get physical, physical”). Esta faixa contem uma alegria contangiante e convida qualquer um a dançar!

http://youtu.be/PYYLp0XrqWU

A música seguinte, Rescue Him, demonstra muito bem os jogos de sobreposição de vozes. O site Genious sugere que a música retrata uma relação amorosa abusiva. É uma música de cariz mais sensual, como se pode comprovar pelo ritmo mais lento, o jogo de sintetizadores mais grave e a voz afagadora que acompanha o ouvinte ao longo da música.

http://youtu.be/xxq1dZETd4E

Madhouse constitui o segundo ponto alto do álbum. É uma faixa que também relembra Michael Jackson, desta vez na música Black or WhiteEsta música também tem o poder de arrancar uns passos de dança. Kimbra reúne aqui um conjunto de elementos interessantes para além dos backing vocals e dos sintetizadores: o arranjo de baixo é extraordinário!

http://youtu.be/fg_BHCyxySU

Everlovin’ Ya, apesar da excelente participação de Bilal, a música está longe de ser a melhor do novo projeto de Kimbra. É de salientar, no entanto, que esta faixa contém um arranjo instrumental espetacular no final.

http://youtu.be/CgBAq4gESsA

A faixa que se segue traz uma forte carga emocional. As You Are apresenta uma combinação perfeita da voz inconfundível de Kimbra e uma orquestração de piano e violino muito bem conseguida.

http://youtu.be/hZ1z7c4huKA

Love In High Places foi o segundo single a ser divulgado pela cantora. O trabalho de percussão é ótimo! As pausas no som dos batuques e os efeitos sonoros dão vida à letra, que é fantástica. Esta é mais uma música romântica.

http://youtu.be/ooLRyiBf3to

O ouvinte é imediatamente levado a ouvir Nobody But You. A música é sensacional e a letra é bastante interessante, porque a cantora começa por afirmar que não quer ser como um “CD riscado”, isto é, ter sempre as mesmas desculpas para não admitir o que realmente sente. No final da canção, pode-se ouvir o refrão com repetições e distorções. Quer isto dizer que, apesar de reconhecer que tem andado às voltas, Kimbra continua a ser um “CD riscado”, constantemente na mesma situação, sem conseguir avançar e admitir o amor que sente. A parte final desta música é, a meu ver, a melhor parte, aliando as distorções de voz a uma composição de baixo e efeitos eletrónicos deveras interessantes.

http://youtu.be/OQD04eHohZw

A versão standard de The Golden Echo acaba com chave de ouro com Waltz Me to The Grave. Kimbra põe de parte os sintetizadores e dá prioridade à bateria, à guitarra e ao baixo. A música termina numa considerável extensão do instrumental (mais de um minuto e meio).

Kimbra

A versão deluxe deste álbum inclui mais três faixas: Slum Love, Suger Lies e The Magic Hour. A primeira não faz um seguimento correto à música anterior; não há uma transição correta e agradável para o ouvinte. A segunda canção destaca-se sem dúvida das outras duas: o ritmo, o refrão e todo o arranjo instrumental são fenomenais. Porém, The Magic Hour também encerra muito bem o alinhamento do álbum deluxe, graças a um instumental composto por guitarra, baixo, percussão, piano, alguns pormenores de violino e um toque do tão recorrente sintetizador.

Confere aqui a tracklist de The Golden Echo:

  1. Teen Heat
  2. 90’s Music
  3. Carolina
  4. Goldmine
  5. Miracle
  6. Rescue Him
  7. Madhouse
  8. Everlovin’ Ya (feat. Bilal)
  9. As You Are
  10. Love In High Places
  11. Nobody But You
  12. Waltz Me To The Grave
  13. Slum Love (Faixa Bónus)
  14. Sugar Lies (Faixa Bónus)
  15. The Magic Hour (Faixa Bónus)

The Golden Echo marca uma nova fase na carreira da cantora de 24 anos. É caso para dizer que a cantora que outrora cantara ao lado de Gotye é somebody that we all used to know!

Nota Final: 8,5/10

The Golden Echo

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
A Serra
‘A Serra’ quer trazer “o que Portugal de melhor tem”