O trio de protagonistas de The Big Bang Theory revoltou-se e parece que funcionou: Jim Parsons, Johnny Galecki e Kaley Cuoco venceram o braço de ferro com a Warner Bros. Television e receberam um aumento no salário por episódio, já a começar na próxima temporada da série.

Os três atores – que dão vida a Sheldon, Leonard e Penny – recebiam o salário mais alto de todo elenco, com cerca de 325 mil dólares a entrar nas suas contas por cada episódio gravado. Porém, com o sucesso da série a chegar a níveis verdadeiramente incríveis, o trio resolveu pedir um aumento à Warner Bros. Television, responsável pela transmissão de The Big Bang Theory.

O aumento discutido fez com que os atores chegassem ao patamar de FRIENDS, recebendo agora um milhão de dólares por episódio, o mesmo que o elenco da clássico sitcom recebeu na décima e última temporada em 2004.

012-the-b-i-g-bang-theory-theredlist

Enquanto todos esses pormenores salariais eram discutidos, a produção dos novos episódios para a oitava temporada de Big Bang ficou suspensa, deixando em risco a própria estrutura previamente definida para a sequência da história.

Se compararmos com o trabalho realizado em outros anos, cada episódio demora uma média de três semanas para estar pronto. Agora que elenco e canal chegaram a um acordo, as gravações poderão recomeçar mas, mesmo assim, a paragem de mais de uma semana pode já ter provocado danos irreparáveis.

Se o ritmo de três semanas ainda for o utilizado pela equipa da série, toda esta confusão pode muito bem representar menos um episódio do que o planeado, fugindo assim aos tradicionais 24 episódios que têm sido mantidos desde a quarta temporada.