És daquelas pessoas que mantém uma lista bem escondida com todas as músicas que odeias gostar? O Spotify analisou cerca de 120 mil playlists “Guilty Pleasure” para te mostrar que não estás sozinho no mundo da adoração de músicas “más”.

Feitas as contas, Mambo No. 5, de Lou Bega, ganhou o prémio de maior “prazer escondido” dos utilizadores da famosa plataforma de stream de música. No segundo lugar aparece o hit dos Wham!, Wake Me Up Before You Go Go.

  1. Mambo No. 5 – Lou Bega
  2. Wake Me Up Before You Go Go – Wham!
  3. My Sharona – The Knack
  4. Don’t Stop Believin’ – Journey
  5. Cotton Eye Joe – Rednex
  6. You Spin Me Round (Like a Record) – Dead Or Alive
  7. Who Let The Dogs Out – Baha Men
  8. Never Gonna Give You Up – Rick Astley
  9. U Can’t Touch This – MC Hammer
  10. Call Me Maybe – Carly Rae Jepsen

Não fosse esta lista levantar dúvidas, o Spotify foi ainda mais longe, ao mostrar o que os diferentes sexos mais tentam esconder no capítulo musical.

“Guiltiest Pleasures” das mulheres

  1. What Makes You Beautiful – One Direction
  2. Call Me Maybe – Carly Rae Jepsen
  3. I Want It That Way – Backstreet Boys
  4. Wannabe – Spice Girls
  5. Wrecking Ball – Miley Cyrus

“Guiltiest Pleasures” dos homens

  1. Call Me Maybe – Carly Rae Jepsen
  2. I Want It That Way – Backstreet Boys
  3. Don’t Stop Believin’ – Journey
  4. Toxic – Britney Spears
  5. Wannabe – Spice Girls

Jacob Jolij, professor de Psicologia Cognitiva e Neurociência na Universidade de Groningen, explica que o “prazer culpado” perfeito consiste geralmente em músicas que exigem pouco esforço ao cérebro para serem ouvidas. Além disso, a culpa é liderada por aquilo que é culturalmente definido como “fixe”.

Em contraste, a música mais complexa – como o jazz ou o rock progressivo – faz exigências mais fortes no sistema cognitivo. É, portanto, menos propenso a ser definido como um “Guilty Pleasure”.

Caso este top não te deixe mais à vontade para partilhar com o mundo os teus prazeres escondidos, Angela Watts, vice-presidente da Global Communications do Spotify, lembra que tens a função “sessão privada” para continuares a ouvir tudo o que quiseres sem medo de seres julgado.