A Câmara Municipal do Porto assume pela primeira vez, em mais de 80 anos, a organização da feira do livro; a mesma decorrerá entre os dias 05 e 21 de setembro, nos jardins do Palácio de Cristal. A autarquia da cidade invicta promete que a Feira do Livro do Porto será “um grande festival literário”

Liberdade’ e ‘Futuro’ são os temas desta edição da Feira do Livro do Porto. Ciclos de leitura, cinema e fotografia; apresentação de livros, oficinas de teatro e exposição são algumas das actividades planeadas e que transformarão a habitual feira do livro.

A localização próxima à Biblioteca Almeida Garrett e a disponibilidade do seu auditório criam condições únicas para o desenvolvimento de debates, performances, exposições e de um ciclo de cinema, que darão uma dimensão de festival literário ao evento“, afirma à autarquia do Porto num comunicado citado pelo site Notícias ao Minuto.

Na Biblioteca Almeida Garret vão-se realizar duas sessões das Quintas de Leitura bem como ciclos de cinema dedicados a Pier Paolo Pasolini, Truffaut, Dreyer, Oliveira Vicente Minnelli. Dez mesas de debate fazem já parte da programação do festival literário; nestas estarão presentes nomes como José Pacheco Pereira, Manuel Alegre, Helena  Vasconcelos, Valter Hugo Mãe, Rita Ferro e muitos outros.

A palavra e a performance vão-se encontrar nas sessões de Spoken Word  que contam com a presença de músicos como os Capicua, Adolfo Luxúria Canibal, Chullage Osso Vaidoso. O cantor angolano, Nástio Mosquito, é um dos convidados.

A edição deste ano da Feira do Porto decorre alguns meses mais tarde, porque a  APEL (Associação Portuguesa de Editores e Livreiros) afirma ser impossível a realização da feira sem o apoio da autarquia; e por esta razão suspendeu as negociações com a Câmara do Porto em fevereiro deste ano.

A Feira do Livro do Porto decorre no Jardim dos Palácios de Cristal entre os dias 05 e 21 de setembro.