sleep the clarity

Expresso Underground: Os regressos de Sleep, Electric Wizard e Bongripper e as últimas sobre o Amplifest e Burning Light

Sejam bem-vindos à primeira viagem do Expresso Underground. Esta é uma nova rubrica do Espalha-Factos que de hoje em diante irá passar em revista as últimas da cena underground. Do stoner ao hardcore, do doom ao psych, os novos álbuns, as novas músicas, os concertos, os festivais, enfim, as novidades da música extrema, irão passar por aqui.

E não poderia haver melhor semana para marcar este arranque. Do regresso ao estúdio dos god-like Sleep, a passar pela nova música de Electric Wizard e a terminar no novo álbum dos já consagrados reis do riff lento e letal, Bongripper, estes últimos dias foram, no mínimo, algo de (literalmente) alucinante. Destaque também para as últimas confirmações do Amplifest e as novidades do Burning Light Fest.

Sleep apresentam novo single “The Clarity“, duas décadas depois de “Dopesmoker

Vinte anos depois do último trabalho de estúdio, os astros alinharam-se e eis que desceu à terra a nova música de Sleep. Com a particularidade de ter sido produzida por membros da formação original da banda como Al Cisneros (Om) e Matt Pike (High on Fire) e de ter contado ainda com a participação do baterista Jason Roeder (Neurosis), este é, por si só, um dos acontecimentos do ano. O resultado são 10 minutos de veneração ao culto da alteração psicotrópica da mente. Os riffs de Matt Pike não deixam dúvidas quanto à procedência da sonoridade, fazendo de “The Clarity” uma viagem irrepreensivelmente comandada por quem conhece bem os mares onde navega. A narração desta epopeia fica, claro está, a cargo de Al Cisneros, que, desta feita, “empresta” a voz limpa e clara de Om, num registo diferente (mas ainda assim nada negativo) daquele que podemos encontrar, por exemplo, em “Holy Mountain“.  No final de contas, resta-nos esperar que este seja o sinal de que um novo álbum está a caminho, pelo bem da humanidade.

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/155247790″ params=”color=ff5500&auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false” width=”100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Electric Wizard revelam “I Am Nothing

Os britânicos Electric Wizard, por muitos considerados os pais do doom no velho continente, lançaram a primeira música do seu novo álbum, “Time To Die“, que tem data prevista de lançamento para o dia 30 de setembro. Time To Die é o oitavo álbum da banda e o primeiro em quatro anos, sendo assim um dos lançamentos mais aguardados do ano para os fãs do género.  “I Am Nothing” traz aquilo a que a banda nos habituou ao longo dos últimos anos, riffs lentos, viscerais e impróprios para tímpanos mais sensíveis. A voz de Jus Oborn, essa, parece surgir das mais escuras profundezas do que quer que esteja debaixo de nós, perfeita para acompanhar os mais belos pesadelos. Barulho é a palavra de ordem.

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/156686195″ params=”color=ff5500&auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false” width=”100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Bongripper lançam novo álbum

Este é outro nome que não desilude. Bongripper está de volta com o mais recente trabalho Miserable. O álbum composto por 3 músicas do estilo viagem ao centro da terra/godzillas a devastar cidades parece comprovar a ideia de que este grupo de Chicago, não sabe fazer as coisas mal. Os riffs são de uma natureza assustadora, como se cada dedo e mão soubessem só e apenas uma escala, uma escala sadomasoquista que penetra nos nossos ouvidos através da violência dos feedbacks e da percussão impiedosa. Miserable é assim mais um para juntar a outros já clássicos como Hippie Killer ou Satan Worshipping Doom.

[bandcamp width=100% height=42 album=3752216515 size=small bgcol=ffffff linkcol=0687f5 track=2153198650]

Amplifest encerra cartaz

O Amplifest anunciou os últimos nomes do cartaz para a edição que irá decorrer entre os dias 4 e 5 de outubro no Hard Club, no Porto. Os mestres do post-rock Cult of Luna, a banda de black-metal Urfaust e o génio da electrónica Ben Frost juntam-se a Peter Brötzmann e aos doomsters Conan como as últimas confirmações do festival. A encerrar o cartaz estão também os dinamarqueses Hexis, os belgas VVOVNDS, o guitarrista do Niger Alhousseini Anivolla e os portugueses Bosque. Por anunciar estão ainda Dj sets, Talks e exposições, sendo que a primeira remessa de 200 bilhetes esgotou em apenas uma semana.

Burning Light anuncia warm-up duplo

O Burning Light Fest anunciou, no decorrer desta semana, um warm-up duplo nos dias 3 e 6 de outubro. Para o dia 3 de outubro estão confirmadas as presenças dos dinamarqueses Hexis e dos suecos Rainmaker, sendo que as bandas que farão parte da segunda data, a 6 de outubro, serão reveladas no decorrer dos próximos dias. O local escolhido é o Stairway Club, em Cascais, que é, de resto, parceiro neste evento. O Burning Light decorrerá entre os dias 7 e 8 de fevereiro no RCA Club, em Lisboa, e tem já confirmados nomes como The Secret, Tombstones ou Blind To Faith.

Mais Artigos
Guia TV
Guia TV. Sabe o que ver num fim de semana de cinema e espetáculos