Zapping Internacional

Nomeações Emmy’s 2014: o que faltou este ano

Há atualmente na televisão mais séries e programas do que podemos acompanhar, o que nos faz escolher os preferidos, aqueles que queremos que estejam no nosso computador ecrã de televisão semanalmente. Porém, os prémios Emmy não se podem seguir por preferidos na altura de atribuir distinções, não podem ir pelo que o público mais vê para escolherem um vencedor. Daí, a cada edição, haver reclamações nas redes sociais devido à falta de nomeações para série X ou ator Y. Este ano não foi diferente.

O Zapping Internacional desta semana traz-te as principais ‘falhas’ da lista dos nomeados dos Emmy’s 14, juntamente com novidades de Homeland, Doctor Who, Game of Thrones e Better Call Saul.

4ª TEMPORADA DE HOMELAND TEM O SEU PRIMEIRO TRAILER

O título diz tudo, os novos episódios de Homeland já têm um teaser oficial para deixar os fãs, como de costume, a querer mais.
Ao melhor estilo de Doctor Who, o trailer tem apenas 19 segundos, o que mostra que ‘ficar a chorar por mais’ pode muito bem acontecer. A quarta temporada de Homeland tem estreia marcada para outubro deste ano.

http://youtu.be/gdjKC9ocxLY

OUTRA SÉRIE, OUTRO TRAILER

Se Homeland tirou o lugar de ‘teaser mais curto da semana’ a Doctor Who, os responsáveis da série viram-se quase obrigados a divulgar um vídeo promocional com uma duração que agradasse mais ao público. Dito e feito. Com cerca de um minuto, este é o primeiro trailer oficial completo da oitava temporada de Doctor Who, que chegará à televisão a 23 de agosto.

http://youtu.be/TivqZTq5u6Y

UMA CORRIDA CONTRA AO TEMPO

Agora que Game of Thrones já tem quatro temporadas de sucesso, os fãs que já leram os livros começam a preocupar-se com a velocidade a que os acontecimentos se sucedem no ecrã, comparada com a velocidade a que George RR Martin escreve novas histórias da saga A Song of Ice and Fire. Será que o autor que deu origem à saga literária que inspirou a série televisiva conseguirá ter novo material adaptável antes que os episódios semanais o apanhem?

14649623713_f1a09468a2_o
A situação é a seguinte: o plano é que GoT tenha sete temporadas, sendo que a quinta se basearia no 4º e 5º livro, enquanto que as outras duas iriam buscar história ao novo livro, ainda em preparação.

Obviamente que George é uma parte integral da equipa criativa da série. Para a próxima temporada cada passo está a ser coreografado de perto com ele. Certamente que, depois do próximo ano, vamos ter que encontrar uma forma de conciliar a agenda da série com as suas tarefas com o livro, mas não estamos preocupados com isso“, disse Michael Lombardo, chefe de programação da HBO, após ter uma reunião secreta com o escritor, de maneira a saber qual o rumo que este estava a pensar dar ao livro.

Para os mais medrosos, o facto de George ter 65 anos significa que este pode morrer a qualquer momento e nunca conseguir acabar os livros. Correndo o risco de ofender alguém, há uma linha que separa a preocupação da paranóia… por favor, procurem essa linha!

BETTER CALL SAUL: DETALHE A DETALHE

Além de partilhar novas fotos do tão aguardado spin-off de Breaking Bad, o canal AMC decidiu divulgar ainda mais detalhes sobre Better Call Saul, de forma a sabermos mais ou menos o que esperar quando o dia de estreia chegar. Para começar, foi confirmado que a história deste spin-off tem lugar antes de Saul conhecer Jesse e Walter, mais especificamente em 2002, seis anos antes dos acontecimentos de Breaking Bad.

Por muito que os fãs peçam, nada de protagonistas de BB a aparecer em Better Call Saul. Para já, a única cara conhecida além de Saul será a de Mike Erhmantraut, o que para mim chega bem… assim não se desgasta a imagem de personagens como Walter e Jesse e posso ver um dos meus atores preferidos de volta à ação.

Na altura que a série explora, Saul ainda é conhecido pelo seu nome verdadeiro, Jimmy McGill.

Mesmo sendo uma prequela, a linha temporal da narrativa não vai ser linear, ou seja, é provável que apareçam cenas a retratar acontecimentos posteriores aos que vimos no final de Breaking Bad (o que pode elevar muito as esperanças de algumas participações especiais mais para a frente).

Em termos mais técnicos, Better Call Saul terá alguns dos diretores de BB a comandar certos episódios e a duração das duas temporadas já confirmadas será 10 episódios para a primeira e 13 para a segunda. Better Call Saul tem estreia marcada para início de 2015.

Michael McKean vai interpretar o irmão de Saul.

 

ONDE ESTÃO ELES?

Não dá para agradar a todos os fãs do mundo, muito menos fazer-lhes todas as vontades. É claro que, quando a lista de nomeados para os Emmy’s 14 foi divulgada, foram muitas as reclamações sobre a falta de certos atores e séries nas categorias da premiação. Dito isto, também eu estranhei a ausência de alguns nomes que, na minha opinião, deveriam estar entre os destaques deste último ano.

The Walking Dead em Melhor Série de Drama

No que toca a drama, uma série sobre o fim do mundo e uma invasão de zombies parece-me corresponder bem às expectativas do que é esperado em algo dramático! Porém, mais uma vez, The Walking Dead manteve-se um destaque apenas nas categorias mais técnicas como Melhor Maquilhagem ou Efeitos Especiais. Pensei que esta seria a temporada certa para subir o nível, visto que tivemos algumas das melhores prestações de sempre por parte de muitos membros do elenco. Melhor sorte para o próximo ano.

http://youtu.be/E7g6NLgqC5M

James Spader em Melhor Ator Principal

Depois de receber uma nomeação nos Globos de Ouro pela sua prestação em The Blacklist, tinha esperança que o mesmo acontecesse aqui. Spader é, sem dúvida, o melhor que a série tem e digo isto reconhecendo que The Blacklist é uma das grandes revelações do ano passado.

Como grande fã da Marvel, fiquei entusiasmado por saber que o ator seria o novo vilão do filme Avengers: Age of Ultron mas, como é sabido, filmes desse género não atraem muitos dos ‘grandes’ prémios… o melhor para James Spader é deixar-se estar por mais uns tempos nesta série. A sua sorte há de chegar.

http://youtu.be/831vt0Q8wNo

Tatiana Maslany em Melhor Atriz Principal

Na série Orphan Black, Tatiana não interpreta uma só personagem, mas sim várias. Apenas isso já deveria ser o suficiente para fazer desta atriz uma forte concorrente ao Emmy… não lhe dar sequer uma nomeação parece-me algo perto do inacreditável. É certo que Orphan Black não tem um sucesso estrondoso, mas tem vindo a crescer entre o público e a provar ser uma série bastante consistente, assim como o trabalho apresentado por esta talentosa atriz.

http://youtu.be/4rALHr8gV1E

Charles Dance em Melhor Ator Secundário

Ser odiado é fácil, basta perguntarem ao Joffrey. Agora ser adorado por ser tão odiado já é uma história totalmente diferente e uma façanha muito mais complexa. Charles Dance como Tywin Lannister em Game of Thrones fazia isso duma forma natural. A sua personagem, que morreu no final da mais recente temporada de GoT, podia fazer muito mal, porém fazia-o sempre com o melhor da sua família em mente… só não gostávamos disso porque, por nós, a família dele pode (quase) toda morrer bem longe no meio do mar! Ficou assim perdida uma boa oportunidade de homenagear o excelente trabalho de Charles.

http://youtu.be/yMoNv6yOSCQ

Pedro Pascal em Melhor Ator Convidado

Só o facto de apenas fazer parte do elenco por uma temporada e se ter tornado logo numa das personagens preferidas de todos os fãs mostra o quão boa foi a prestação de Pedro Pascal como Oberyn Martell em Game of Thrones. Protagonista num dos melhores e mais inesperados momentos de toda a série e com uma atitude inabalável, é triste ver que Pascal não será reconhecido por todo o trabalho que teve (pelo menos pela Academia). Nem sei o que será pior, ter a cabeça esmagada ou ser esquecido pelos Emmy!

http://youtu.be/bV3fzGAvnbw