A transladação da escritora Sophia de Mello Breyner Andersen para o Panteão Nacional acontece hoje, data em que se assinala dez anos sobre a sua morte. A Renascença homenageia-a com um som exclusivo do conto O Anjo de Timor, escrito no Natal de 1991.

Ao longo do dia de hoje, a Renascença vai retransmitir excertos d’O Anjo de Timor, conto escrito e gravado por Sophia de Mello Breyner Andersen para a campanha de natal Timor Precisa de Nós. Depois do massacre de Santa Cruz, no qual foram assassinados centenas de timorenses, a escritora gravou este conto com mais de oito minutos a favor de Timor.

De acordo com o comunicado de imprensa, “o conto é um inédito de arquivos da Rádio que queremos partilhar neste momento de homenagem” disse Dina Isabel, diretora de programação da Renascença. Nos anos 90, esta rádio “fez vários programas especiais, espetáculos e campanhas a favor do povo Timor, uma causa muito acarinhada pela Sophia” afirmou ainda a diretora.

A cerimónia de transladação, do cemitério de Carnide para o Panteão Nacional, começa hoje, às 16h30. Podes ouvir aqui o conto da Rádio Renascença.