FICH promove cinema chinês e lusófono em Lisboa

A primeira edição Festival Internacional de Cinema e Vídeo Chinês e Lusófono (FICH) tem lugar entre esta segunda-feira, dia 23 de junho, e domingo dia 29, em Lisboa. Integrado no Encontro de Culturas Portugal – China 2013-2014, o festival estende-se também a Coimbra e Évora e, fora de Portugal, a Cabo Verde e ao Brasil.

O festival terá lugar, em Lisboa, entre o Cinema S. Jorge e a Cinemateca Portuguesa. Da programação fazem parte longas metragens de ficção, curtas metragens de ficção e documentários. Os filmes destas categorias são, por sua vez, organizados em três secções: “Quantas Chinas há na China? China país multi-cultural e multi-étnico”; “Macau: A cidade onde Portugal e China coabitam” e “A Indústria Cinematográfica Contemporânea na China”. Para além dos filmes, três conferências marcarão a presença do FICH na capital, nos dias 26 e 28 de junho, sob os temas “Cinema e Relações Internacionais”, “Cinema e contaminação de linguagens” e “Olhares sobre a China”.

Este encontro cultural, promovido pela arte do cinema, tem como objetivo dar a conhecer ao público português e lusófono o cinema chinês e, ao mesmo tempo, mostrar a realidade chinesa através destes objetos fílmicos, oferecendo uma perspetiva menos ocidentalizada sobre um dos países mais poderosos do mundo.

Segundo Rui Filipe Torres, da Direção do festival, citado no site do evento, “Portugal foi o primeiro país europeu a ter contacto marítimo e directo com a China” e esta aproximação através da cultura é uma forma de construção da identidade através da diferenciação do outro: “sem o teu olhar não me vejo” é exatamente a frase em destaque desta primeira edição.

Mais informações sobre a programação e o festival podem ser consultadas no site oficial.