raquel ochoa

Raquel Ochoa coordena Clube de Leitura no Centro Cultural Olga Cadaval a partir de amanhã

A escritora Raquel Ochoa coordena o novo Clube de Leitura do Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, onde duas vezes por mês todas as pessoas interessadas podem tornar “a experiência de leitura num momento de convívio”. Para a sessão de amanhã, entre as 19h e as 21h, a obra escolhida é A Confissão da Leoa de Mia Couto.

A convite do centro cultural, a escritora vai dinamizar duas vezes por mês o clube de leitura. Propõe-se ao público que os momentos de leitura se tornem num momento de convívio, para “quem quer partilhar as suas ideias e descobrir a dos outros”.

A sessão de amanhã, que decorre entre as 19h e as 21h, tem como ponto de partida A Confissão da Leoa de Mia Couto. Para 24 de junho, o livro escolhido é O Pintor Debaixo do Lava-loiças de Afonso Cruz.

As sessões de julho estão marcadas para os dias 8 e 22. Na primeira sessão lê-se Mar Humano, escrito pela coordenadora do clube, e na segunda é a leitura de Lolita, de Vladimir Nobokov, que coloca os participantes a discutir ideias. As sessões de setembro ainda têm livros escolhidos. Todos os interessados podem enviar as sugestões para o email do Centro Cultural Olga Cadaval.

O custo de seis sessões no Clube de Leitura é de 12 euros. A todos os interessados em ir a apenas uma sessão, o preço é de cinco euros.

Raquel Ochoa foi vencedora do Prémio Agustina Bessa-Luís em 2009, com o livro A Casa-Comboio. Licenciada em Direito, esta escritora lançou até ao momento seis obras. Mar Humano, o seu último romance, foi publicado no mês passado e esteve na tabelo dos livros mais vendidos em Portugal.

Mais Artigos
Mark Twain
Mark Twain. Nasceu no dia do cometa Halley, mas foi ele quem deixou um rasto de brilho