Arrancou ontem no Parque da Bela Vista mais uma edição do Rock in Rio Lisboa. Cerca de 60 mil pessoas ficaram rendidas à boa disposição e animação de Robbie Williams. Atuaram ainda Boss AC e Aurea, Silva e Ivete Sangalo, entre outros.

Quando entramos na Cidade do Rock damos conta que estamos num espaço enorme onde se passa um pouco de tudo. Enquanto uns fazem slide sobre o anfiteatro natural que se desenha na paisagem, há quem faça filas extensas para conseguir um puff de uma marca que patrocina o festival ou andar na Roda Gigante. Há quem tire selfies em tudo quanto é sítio, quem abane o bum-bum no Yorn Bundalicious, quem vá às compras ou mesmo ao cabeleireiro. A animação é muita no Parque da Bela Vista, mas também há música.

rir 2014 25 (1)

O sol começa a pôr-se e, no Palco Vodafone, Cais Sodré Funk Connection dão uma bela festa funk para uma plateia composta. No Palco Mundo há muita gente que já espera Boss AC e Aurea, onde o hip-hop dele e a soul dela se misturam num encontro interessante. A abertura é com Main Things About Me (honra de abertura dada a um tema de Aurea) e o concerto prossegue animado ora com temas do BossHip Hop, Lena, Tu És mais Forte e as muito saudadas Princesa e Sexta-Feira – ora de Aurea, que dos seus temas cantou Ok Alright, Busy For Me e Scratch My Back. Visivelmente animados com este dueto, que funcionou bem mas não espantosamente, a dupla terminou a cantar uma versão de Happy, tema celebrizado por Pharell Williams.

rir 2014 25 (4)

A caminhada até ao Palco Vodafone é longa, mas por lá espera-nos a promessa firmada da nova música brasileira, Silva. Acompanhado de bateria, baixo e guitarra, junta aos seus teclados e voz letras simples e bonitas que ganham particular relevo em temas como Entardecer, A Visita ou Claridão. Num concerto de cerca de uma hora, passou pelos temas de Claridão (2012) e do mais recente Vista Pro Mar (2014). cujo tema homónimo foi acompanhado pelo trio de sopros dos Cais Sodré Funk Connection, que haveria de voltar para Janeiro.

Entretanto Paloma Faith está já no palco principal impecavelmente vestida, com toda a banda e coro a fazer pendant consigo. A cantora e também atriz traz na bagagem A Perfect Contradiction, o seu terceiro e mais recente disco de originais, que contou com a ajuda de nomes como Pharrell Williams (em Can’t Rely On You), Raphael Saadiq (em Mouth to Mouth, que abriu o concerto de ontem) e Diane Warren (em Only Love Can Hurt Like This). Todos estes temas foram tocados, com Paloma cheia de alma soul e atitude pop a dar um concerto bastante competente.

Energias retemperadas, corações no lugar e telemóveis a postos, os 60 mil que se deslocaram ontem ao Parque da Bela Vista concentram-se no Palco Mundo para receber Robbie Williams. Autêntico mestre de cerimónias, diz logo ao que vem, entrando ao som de Let Me Entertain You, tema de 1997, dos tempos que o ex-Take That vivia uma vida menos saudável, mas que serve de excelente mote para o que se haveria de passar naquele palco.

Durante cerca de hora e um quarto, Robbie excelentemente acompanhado por orquestra e coro, fez aquilo a que comprometeu nesta tour de 2014: Robbie Williams Swings Both Ways. Aos seus temas juntou medleys e covers de músicas que o público reconheceu, cantou e aplaudiu ruidosamente.

rir 2014 25 (19)

Se Let Love Be Your Energy, Moonsoon ou Rock DJ fizeram do cantor o que ele hoje é, os maravilhosos medleys que fez ontem à noite comprovam que poderia ter sido um artista da Broadway. Por exemplo, misturou We Will Rock You dos Queen com I Love Rock and Roll de Joan Jet e Walk on the Wild Side de Lou Reed, que deram lugar a Come Undone. Pegou em Empire State of Mind e na ajuda da voz fantástica do coro a fazer de Alicia Keys para de seguida fazer de Frank Sinatra com New York, New York. Cantou Wonderwall dos Oasis e Song 2 dos Blur. Mas virou-se também para clássicos dos anos trinta com Minnie The Moocher ou Puttin’ On the Ritz.

Durante tudo isso não parou de incitar o público, olhá-lo nos olhos, mandar-lhe beijinhos, fazer corações com os dedos. Também conversou muito, disse muitas asneiras, fez rir toda a gente e revelou que é de facto, e acima de tudo, um excelente entertainer.  O público lamenta-se pela curta duração, ele pede desculpa que está velho e que há uns 10 ou 12 anos que não tocava num festival. Parece-nos perdoado.

Mais tarde no Palco Mundo levantou-se poeira com o ritmo brasileiro de Ivete Sangalo, convidada de honra do Rock in Rio Lisboa.

rir 2014 25 (26)

O regresso à Cidade do Rock faz-se na próxima quinta-feira com os Rolling Stones e os bilhetes encontram-se já esgotados.

Vê aqui todas as fotos do dia:

Fotografias de André Cardoso