Zombies, ciborgues e outros monstros da cultura contemporânea” dão o mote para um dos cursos de verão da Universidade Nova de Lisboa. A Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH/NOVA) vai assim acrescentar, de 14 a 18 de julho, uma novidade à sua oferta letiva e explorar a presença destas criaturas “na tradição oral, na literatura, ou no cinema“.

O curso, dado pelos professores Jorge Martins Rosa e Artur Matos Alves irá debruçar-se sobre a presença do monstro na cultura contemporânea, com particular incidência nos casos em que surge nas obras de ficção. Em cinco sessões serão analisadas algumas das figuras mais proeminentes do género – “o vampiro, o lobisomem, o zombie, o monstro transdimensional, o ciborgue e alguns híbridos“.

Embora os docentes responsáveis pelo curso ainda estejam a decidir o material audiovisual a apresentar, destacam a importância de “olhar para as origens de algumas figuras (o zombie, o vampiro, …) e perceber como se chegou à atualidade e às formas que são hoje mais conhecidas de todos“. As alterações nestas figuras ao longo do tempo será tida em atenção, porque “de cada vez que alguém escreve ou filma monstros, dá-lhes um conjunto de características que pode ser distinto de representações anteriores“.

Numa iniciativa dirigida a “um público diversificado e entusiasta“, embora os mais comuns sejam “os alunos universitários de todos os níveis, que procuram complementar a sua formação e os docentes do ensino básico e secundário, que vêm atualizar as suas formações“. A presença do monstro na cultura portuguesa será outra particularidade do curso, sendo que serão discutidos, por exemplo, “A Dama do Pé de Cabra e o Adamastor“, além de outras “manifestações monstruosas da cultura portuguesa integradas na cultura europeia e no catálogo de monstros da religiosidade medieval“.

As inscrições para os cursos de julho da Escola de Verão da FCSH/NOVA estão abertas até ao dia 27 de junho, variando o custo dos mesmos de 95 a 120 euros. Esta iniciativa estival comemora este ano a sua nona edição e conta com mais de 100 cursos em todas as áreas disciplinares da instituição. Podes consultar mais informações sobre a iniciativa no site oficial.