Boom Festival
Festivaleiros repousam ao pôr-do-sol no Boom Festival

Boom Festival vai ter visitantes de 130 nacionalidades

A edição deste ano do Boom Festival vai contar com festivaleiros de 130 nacionalidades diferentes. A organizadora do festival vai assim superar a fasquia de 2012, ano em que encheu a Herdade da Granja, em Idanha-a-Nova, com pessoas de 102 países.

A marca foi assegurada pela organização quando faltam ainda três meses para o evento, pelo que até lá outras bandeiras poderão vir a juntar-se em Castelo Branco.

O festival, bienal, que acontece sempre durante a lua cheia de Agosto – que este ano calha de dia 4 a dia 11 – será um dos mais internacionais eventos realizados em Portugal, apenas ultrapassado pela EXPO’98.

Inicialmente conhecido como um festival de trance, o Boom é hoje sinónimo de cultura multidisciplinar que, para além da música, celebra também a pintura, a escultura, o artesanato, o cinema, o teatro, e há ainda zona para massagens e workshops. Tudo numa perspectiva alternativa, progressista, e de “consciência verde”, o que já lhe valeu distinções internacionais. Em 2010 recebeu um convite da ONU para fazer parte da United Nations Environmental and Music Stakeholder Initiative, um projeto que visa a consciencialização do grande público para as questões ambientais. O Boom destaca-se também por ser o único festival que abdica de apoios comerciais quer na sua organização quer na sua promoção.

Os bilhetes para a décima edição já podem ser adquiridos através do site oficial.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Big Mano 2020 Herman José Big Brother 2020
Herman José estreia sátira ao ‘Big Brother’