Depois de a livraria Lello, no Porto, ter sido eleita como a mais bonita do mundo, o Book Riot, portal norte-americano dedicado a livros, considerou a Biblioteca do Palácio Nacional de Mafra como a mais bela do mundo.

No website pode ler-se o fascínio que esta biblioteca provoca a Johann Thorsson, autor do artigo. Segundo ele, o que torna este espaço tão impressionante são as técnicas usadas na preservação dos livros e na forma como evitam que sejam danificados por insetos. Ao todo há 500 morcegos que vivem na biblioteca, guardados em caixas durante o dia, contudo estes são libertos durante a noite para se alimentarem dos insetos que percorrem a livraria, chegando a comer o dobro do seu peso.

O artigo refere também lendas de ratazanas gigantes que à noite saem da biblioteca por um túnel subterrâneo. Faz também destaque ao “chão coberto de mosaicos em rosa, cinzento e mármore branco” e às estantes apresentadas num estilo Rococo e que contêm mais de 35.000 volumes com capas a couro, que incluem algumas das “maiores jóias bibliográficas.