Um novo fenómeno surgiu no Japão e está a ganhar adeptos defendem que desta forma ocultam a sua aparência física dos outros e assim não são mais julgados. O Zentai, como é chamada esta moda, consiste num macacão de lycra que cobre o corpo inteiro, e que antes era usado na arte cénica e em fetiches eróticos.

Hokkyoku Nigo, praticante desta nova forma de moda, revela que se sentia sufocado com o julgamento dos outros acerca da sua aparência física. “Mas agora, ao vestir-me assim, sou apenas uma pessoa, com um macacão de corpo inteiro”, confidenciou à AFP.

Contudo, enquanto uns aderiram ao Zentai para ocultar a aparência física, outros foram atraídos pela prática de boas ações, inspirados pelas séries de super-heróis tão comuns no Japão. Outros admitem ainda que a associação a esta moda se deve ao misticismo sexual que o envolve. Nezumiko admite gostar de tocar e ser tocado enquanto tem o macacão vestido, e que o próprio sexo ganha uma “outra definição”, já que para ele, o Zentai previligia o “tacto” em vez do “olhar”.

O Zentai teve origem em fóruns de Internet, e com o tempo grupos destes adeptos foram criados, tal como o Tokyo Zentai Club, em cujos membros reúnem-se de dois em dois meses, vestidos da cabeça aos pés com os seus macacões de lycra, para festas e churrascos.

Ikuo Daibo, professor universitário, considera que este movimento foi estimulado pelo sentimento de abandono social que existe no Japão, e que está em crescimento. Explica também que “muitas pessoas sentem-se perdidas, incapazes de encontrar o seu papel na sociedade. Existem demasiados modelos sociais, e eles não conseguem escolher.” Para Ikuo, esta moda japonesa leva os seus praticantes a expor “o seu eu mais profundo, o acaba por ser uma forma muito interessante de comunicação”.

JAPAN-CULTURE-COSTUME-OFFBEAT