A carta escrita por Esther Hart, uma das sobreviventes do naufrágio do Titanic, e com data da noite da tragédia, vai a leilão no próximo dia 26 no Reino Unido, e o seu valor poderá atingir os 165.200 dólares. A missiva, que nunca fora enviada, estava destinada à mãe de Esther, que morava em Chadwell Heath, no condado de Essex.

Na carta, Esther afirma que se sente enjoada e que não chegou a comer nem beber. Contudo, a sua filha, Eva, de sete anos, encontrava-se bem-disposta e que iria mesmo cantar num concerto a bordo.

A correspondência, que possui o logótipo da White Star Line, proprietária do navio, e que vai agora a leilão, foi adquirida há vários anos pela pessoa que agora a colocou à venda, e cuja identidade se desconhece.

O Titanic afundou-se na madrugada do dia 15 de abril de 1912 depois de bater contra um iceberg enquanto fazia a sua viagem inaugural desde o porto de Southampton até Nova Iorque. Das 2224 pessoas que iam a bordo, mais de 1500 morreram no naufrágio. Esther e a sua filha Eva foram resgatadas após o desastre. Todavia, Benjamin, marido de Esther, não sobreviveu.