A partir de dia 14 de abril, e até 19 de maio, o Espaço Nimas irá exibir documentários incontornáveis à segunda-feira. Serão homenageadas grandes figuras do cinema como Marguerite Duras ou Ruy Duarte de Carvalho, passando pelos emblemáticos filmes Torre Bela e Buena Vista Social Club.

Os documentários dedicados a Marguerite Duras serão Écrire e La Mort du Jeune Aviateur Anglais, ambos realizados por Benoît Jacquot. A sessão de dia 21 de abril, pelas 19h30, celebra o centenário do nascimento da escritora e realizadora. Ruy Duarte de Carvalho terá exibidos três filmes da sua série documental Presente Angolano, Tempo Mumuíla, nomeadamente Ofícios, Pedra sozinha não sustém panela e Kimbanda Kambia.

Para celebrar os 40 anos do 25 de abril, será exibido, dia 28, Torre Bela, o documentário que regista a ocupação da herdade homónima no Ribatejo, em 1975, e que se tornou num importante testemunho do período revoluncionário.

As duas homenagens (Marguerite Duras e Ruy Duarte de Carvalho) e a sessão do filme Torre Bela terão debates com convidados a divulgar.

Programa completo:
14 de abril – 19h30
Buena Vista Social Club, de Wim Wenders

21 de abril – 19h30
Écrire + La Mort du Jeune Aviateur, de Benoît Jacquot (seguido de debate com as presenças da escritora Maria Manuel Viana e de mais convidados a anunciar brevemente)

28 de abril – 19h30
Torre Bela, de Thomas Harlan (seguido de debate)

5 de maio– 19h30
A Dança, de Frederick Wiseman

12 de maio – 19h30
Presente Angolano, Tempo Mumuíla: Ofícios + Pedra sozinha não sustém panela + Kimbanda Kambia, de Ruy Duarte de Carvalho (seguido de debate)

19 de maio – 19h30
Autobiografia de Nicolae Ceasescu, de Andrei Ujica