Para quem gosta de apostas e quer ver os seus dias ganharem outro ânimo, eis que surge o Betapp, uma rede social que permite a criar todo o tipo de apostas (sejam elas a dinheiro ou não), desafiar amigos e partilhar experiências. Desde beber do copo de um desconhecido, a invadir uma sala de aula de uma universidade em trajes de praia ou de Super-Homem, tudo é válido. Com esta aplicação, os apostadores podem desafiar não só os seus próprios limites, mas também testar os seus amigos. O Espalha Factos esteve à conversa com os criadores desta aplicação, que nos deram a conhecer um pouco mais sobre este projeto:

Espalha-Factos: Como é que surgiu a ideia de criar uma rede social de apostas?
A ideia surgiu numa noite de copos no bairro alto… Eu e o Duarte estávamos algo embriagados e resolvemos fazer uma aposta estúpida, nós tínhamos o hábito de fazer apostas estúpidas. Então decidimos que quem conseguisse mais beijinhos de raparigas na cara merecia ganhar 10€ do outro, fazia todo o sentido.Como é claro eu ganhei, mas obviamente que o pagamento ficou no esquecimento do álcool durante a noite. No dia seguinte telefonei ao Duarte a exigir o meu dinheiro. Não sei se foi ao mesmo tempo ou telepatia mas da próxima vez que nos encontrámos já sabíamos que tinhas descoberto um problema nas vidas das pessoas que ainda não tinha sido resolvido

EF: Qual o objectivo principal do Betapp?

O Betapp tem como missão tirar as pessoas da sua zona de conforto. Ser uma rede social que incita a acção em vez da passividade. Para além de resolver os problemas ligados às apostas sociais, queremos ver uma comunidade que se desafia e que melhora os seus talentos. Queremos um mundo digital que encoraja o mundo

EF: Têm tido algum feedback dos apostadores?

 Penso que o feedback mais real que recebemos terá sido as apostas reais que foram feitas na nossa beta na web. Foi realmente recompensante ver a evolução da comunidade, à medida que o tempo passava víamos os desafios a serem cada vez mais interessantes, cada vez mais imaginativos – era praticamente palpável a mudança na mentalidade dos desafios, vimos coisas realmente muito divertidas

1798266_431519510283827_917628538_n


EF: Qual o pior desafio que já vos propuseram?

Eu e o Duarte estivemos na Ásia a fazer um roadshow de investimento – significa basicamente que estivemos em reuniões com alguns investidores e capitais de risco – eu diria que o pior desafio que já me propuseram foi comer numa daquelas caravanas de rua em Bangkok. Fizemos um desafio para ver quem conseguia comer mais daquilo. Até hoje não sei o que era nem o que lá tinha e sinceramente acho que vivo melhor não sabendo

EF: E o melhor?                                                                                         
Uma vez fizemos uma justa de cavaleiros em cima de bicicletas. Tínhamos uns cabos de vassoura com luvas de boxe na ponta e fizemos um torneio para ver quem era o melhor, foi muito divertido, fizemos um vídeo até:

EF: Como convenceriam os nossos leitores a fazer parte da vossa rede de desafios?
A nossa abordagem sempre foi dar o exemplo. Fazemos todo o tipo de desafios e vídeos para mostrar o quão gratificante é partilhar talento ou até parvoíce. Achamos que este tipo de coisas é que devia ser encorajado pelo mundo digital, é discutivelmente mais real, e com certeza mais divertido. Acreditamos que ao não termos medo de nos partilharmos desse modo podemos levar outras pessoas a experimentar fazer o mesmo


EF: Planos para o futuro do betapp?                                                                           

O Betapp está agora numa fase crucial. Com a nossa fase beta acabada, entramos agora no desenvolvimento das aplicações móveis. Esperamos continuar a crescer a comunidade e a fazer coisas interessantes e divertidas. Acho que isso é o mais importante.

Facebook oficial: Betapp