Toda a coleção de manuscritos, fotografias, moedas e medalhas da Biblioteca Apostólica do Vaticano irá ser digitalizada pela empresa japonesa NTT Data.

A coleção compreende cerca de 82 mil manuscritos e cerca de 41 milhões de páginas. O projeto tem uma duração prevista de 4 anos, tendo sido já digitalizados cerca 6 mil manuscritos.

Todos os documentos digitalizados estarão disponíveis para todos nas plataformas online, o que facilitará o acesso ao público. Outra das vantagens que a empresa japonesa oferece é a conservação dos documentos por um maior período de tempo e está previsto um investimento de 7 milhões de euros.

Segundo Toshio Iwamoto, presidente da NTT Data, o projeto irá “preservar valiosos tesouros da humanidade”.