1525693_589572111116392_629541752_n

‘People Sleeping Project’: “Sempre tive curiosidade em saber como eram os quartos dos meus ídolos e de que forma dormiam”

People Sleeping Project é um projeto de fotografia de Susana Chaby Lara, que capta figuras públicas “nos seus quartos e nas suas camas”.

Susana Chaby Lara é uma açoriana, nascida no Faial, em 1983, cuja paixão pela arte de fotografar nasceu por influência do pai, que fotografa desde que é muito jovem e que ganhou alguns prémios no passado. Formada inicialmente em Psicologia Clínica no ISPA – Instituto Superior de Psicologia Aplicada, acabou por mudar de rumo e licenciar-se em Imagem na Escola Superior de Teatro e Cinema, tendo também realizado um workshop de Direção de Fotografia na London Film Academy e outro de Produção de Cinema e Televisão na New York Film Academy. “Trabalhei tanto em Psicologia como Cinema e Televisão. Tenho uma enorme paixão por fotografia, design e webdesign”.

O People Sleeping Project nasceu numa noite em que a psicóloga estava prestes a adormecer e, em virtude, do fascínio que sente pelas diferentes fases do sono, tais como o NREM (Non Rapid Eye Movement) e o REM (Rapid Eye Movement). “Como psicóloga estudei o processo do sono aprofundadamente e como estas fases afetam a nossa mente e o nosso corpo no dia a dia”, declara. “Esta foi uma maneira de eu poder começar a fotografar aquilo que gosto. Tenho sempre imensas ideias de projetos que podem ser interessantes e este foi o primeiro que me surgiu há já algum tempo”, acrescentando ainda que fotografa com 35mm e que não há qualquer manipulação digital.

Quando questionada acerca do conceito do projeto, Susana Chaby Lara admite que este “tem chamado alguma atenção pelo facto de estarem presentes pessoas conhecidas da praça portuguesa, nos seus quartos e nas suas camas”, mas que apenas decidiu começar por fotografar pessoas conhecidas para dar uma visibi
lidade ao trabalho que “de outra maneira, se calhar, não tinha”. “Não que o projeto não seja bom por si só (fica ao critério de cada um), mas porque existem milhares de fotógrafos super talentosos hoje em dia e, tentei simplesmente destacar-me de alguma maneira. Por outro lado, ao fazer parte da geração pop dos anos 90, sempre tive curiosidade em saber como eram os quartos dos meus ídolos e de que forma dormiam. Acho que há muita gente com esta curiosidade. Porque não satisfazê-la?”

People Sleeping Project pode ser considerada uma maneira de praticar o voyeurismo, uma vez que as pessoas estão a ser captadas num lugar muito pessoal. Contudo, Susana explica que “as pessoas quando dormem ou relaxam, ausentam-se do mundo. Tornam-se mais frágeis e desprotegidas”, por isso, esse é, na sua opinião, o “melhor momento de cada pessoa. Sem máscaras sociais”.

“Tive muitas vezes dúvidas sobre o que estava a fazer quando o projeto não era ainda público”, mas acabou por lançá-lo e o feedback tem sido bastante positivo, sobretudo nas redes sociais, como o Facebook, onde Susana já conta com 4.111 seguidores, tendo já cedido também entrevistas à Sábado e ao Correio dos Açores, por exemplo.“Por outro lado, existem sempre pessoas que acham que fiz [o People Sleeping Project] (…) para poder subir na vida (para mal dos meus pecados isso ainda não aconteceu, continuo à espera!). O facto é o seguinte… Eu faço aquilo que gosto e conheço pessoas maravilhosas no processo. (…) No fundo, se todos gostássemos de amarelo, o que seria do azul?”

Se People Sleeping Project nasceu da curiosidade, o After Sex Project e o She Project nasceram do amor, e todos eles fotografam o objeto sem quaisquer tabus. “Tanto o After Sex Project e o She Project são feitos com a minha namorada. Ela é a pessoa mais fácil para mim de fotografar porque a amo. Não há nada como estar apaixonado para tirar as melhores e mais bonitas fotografias. Eu acho que estes dois projetos são os meus melhores projetos. Se eu fotografasse outra pessoa qualquer depois do sexo, que não fosse a pessoa que amo, nunca conseguiria fazer fotografias tão boas. Seriam simplesmente fotografias com uma preocupação estética do objeto. Neste caso, são fotografias que falam de sentimentos”.

É possível seguir o trabalho de Susana Chaby Lara através do site oficial ou da sua página de Facebook.

Mais Artigos
Zoe Kravitz em High Fidelity
‘High Fidelity’ cancelada após a primeira temporada