É já na próxima 5ª feira, dia 27 de março, que se assinala o Dia Mundial do Teatro. Por todo o país, a data é celebrada com imensos espetáculos gratuitos, de todos os géneros possíveis e inimagináveis! Como não podia deixar de ser, o Espalha-Factos está cá para te ajudar a comemorar e não perderes esta oportunidade de ir ao teatro e selecionou seis das muitas peças de teatro a não perder neste dia. Por isso, senta-te e relaxa: it’s showtime!

             

1 – Atlas, Teatro Municipal Maria Matos (Lisboa)

1

«Se um elefante incomoda muita gente, dois elefantes incomodam muito mais» – parece uma brincadeira mas a verdade é que esta conhecida lengalenga é mesmo a premissa de partida para Atlas! Após quase três anos, a peça de Ana Borralho e João Galante regressa ao Teatro Municipal Maria Matos, onde volta a juntar em palco 100 pessoas comuns, das mais variadas origens e condições sociais, naquilo que se pretende como uma construção da organização social humana – um Atlas. A natureza e a força do coletivo são exaltadas neste espetáculo que já percorreu o mundo numa digressão internacional e retorna agora a casa para o Dia Mundial do Teatro. Entrada livre (sujeita à lotação da sala), mediante levantamento de bilhete no próprio dia a partir das 15h. Para mais informações: 218 438 800 ou [email protected].

2 – Hamlet, São Luiz Teatro Municipal (Lisboa)

2

E que melhor forma de passar o Dia Mundial do Teatro senão na companhia de Shakespeare? Sob direção de Jorge Andrade, a Mala Voadora traz até ao Teatro São Luiz a mais discutida tragédia do autor: Hamlet. A história do príncipe que tenta vingar a morte do seu pai será aqui apresentada na versão conhecida como “o mau quarto” – um texto irregular e imperfeito, resultante dos testemunhos de quem conheceu o teatro original. «Assistir ou não assistir?» Assistir, claro! Qual é a questão!? Entrada livre, mediante levantamento do bilhete a partir das 13h de dia 26 de março. Para mais informações: 213 257 640 ou [email protected].

3 – Quem Quer Ser Irrevogável? Portugal um Reality Show, Comuna Teatro de Pesquisa (Lisboa)

3

A sala do café-teatro da Comuna está aberta a todo o público que quiser divertir-se e rir até mais não, no Dia Mundial do Teatro! Quem Quer Ser Irrevogável? Portugal um Reality Show é uma peça de humor, carregadinha de sátira ao nosso pequeno país: «Portugal, bem cantado, bem mal cantado, quase sempre mal contado, mas nosso». Este espetáculo de Carlos Paulo conta a colaboração de um vasto leque de atores habitués da casa e ainda um grupo de jovens estagiários. Entrada livre. Para reservas e mais informações: 217 221 770 ou [email protected]

4 – Rituais da Terra, Auditório de Alfornelos (Amadora)

4

E porque o teatro não só é para todos como de todos, neste Dia Mundial do Teatro, o Teatro Passagem de Nível e a Associação Cultural de Surdos da Amadora juntam-se para nos trazer um espetáculo inclusivo, onde surdos e não surdos partilham o palco. Rituais da Terra é o nome da peça, encenada por Porfírio Lopes, que está inserida no projeto Criar para Incluir. O Livro do Génesis e os textos de Guerra JunqueiroRamalho OrtigãoPablo Neruda, e Domingos Galamba são a inspiração, a comunicação não verbal é a base, o movimento é o instrumento e o rito o produto final. A entrada é livre, mediante reserva. Para reservas e mais informações: 214 763 633 ou [email protected]

5 – Tartufo, Teatro Municipal Joaquim Benite (Almada)

5

Tartufo, a ilustre obra de Molière, está em cena no Teatro Municipal Joaquim Benite desde o início de março e fez questão de lá permanecer até ao Dia Mundial do Teatro! Rogério de Carvalho ensaia a Companhia de Teatro de Almada nesta comédia francesa do século XVII que, na sua altura, desencadeou um escândalo e recebeu as maiores condenações da Igreja Católica, por denunciar e descrever a impostura das classes dominantes e, muito em particular, do clero. Em França, Tartufo já teve milhares de encenações desde 1669, data até à qual esteve proibida. Entrada livre (bilhetes podem ser adquiridos no próprio dia a partir das 14h30 na bilheteira do TMJB). Para mais informações: 212 739 360 ou [email protected]

6 – O Filho de Mil Homens, Teatro Carlos Alberto (Porto)

6

O Porto também não podia ficar de fora das comemorações do Dia Mundial do Teatro e o Teatro Nacional São João, com os seus associados, preparou toda uma programação dedicada a este. Destacamos a adaptação teatral de O Filho de Mil Homens, pelo Teatro Bruto. O romance de Valter Hugo Mãe salta dos livros para o palco do Teatro Carlos Alberto, onde é encenado por Ana Luena. O Filho de Mil Homens é a história de um homem que sofre por nunca ter tido um filho – ao longo da peça o público assiste à sua busca pela felicidade. Peixe (guitarrista dos Ornatos Violeta) compôs e interpreta ao vivo a música do espetáculo e, para além do elenco principal, a peça conta com a participação dos formandos dos laboratórios promovidos pelo Teatro Bruto e dos alunos de Artes do Espetáculo e Interpretação do Externato Delfim Ferreira. Para reservas e mais informações: 223 401 900.