O ator James Rebhorn morreu na passada sexta-feira, na sua casa em New Jersey, na sequência de doença prolongada. Tal como avançou a agente do ator, Dianne Busch, ao The New York Times, o melanoma tinha sido já diagnosticado em 1992.

Conhecido pelos seus papéis em filmes como Perfume de Mulher (1992), Dia da Independência (1996), O Jogo (1997), O Talentoso Mr. Ripley (1999), ou Um Sogro do Pior (2000), mais recentemente, pudemos ver Rebhorn na série Segurança Nacional (Homeland), na qual vestiu a pele do pai da protagonista, interpretada por Claire Danes.

Natural de Filadélfia e nascido a 1 de setembro de 1948, James Rebhorn era conhecido no cinema, mas foi no teatro, na publicidade e nas novelas que deu os primeiros passos da sua carreira profissional.

Geralmente escolhido para dar corpo a personagens de autoridade, quase sempre em policiais ou dramas, o ator encarnou personagens de poder nas séries Apanha-me Se Puderes (White Collar), Lei & Ordem (Law and Order), Boston Legal e Causa Justa (The Practice).

Apesar da maior parte dos seus papéis terem sido secundários, o ator foi relembrado pela sua importância na indústria de entretenimento norte-americana e descrito pelo crítico de televisão da Variety, Brian Lowry, como “a quinta-essência dos atores de construção de personagens”.