A exposição de pintura do século XVII presente no Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa, e realizada em parceria com o Museu do Prado, vai manter-se até dia 6 de abril devido à grande afluência de visitantes.

“A exposição, que é pela primeira vez mostrada fora de Espanha, já recebeu mais de 65 mil visitantes”, revelou a empresa responsável pela mesma no comunicado emitido dia 20 de março. Denominada “Rubens, Brueghel, Lorrain. A Paisagem do Norte no Museu do Prado”, a mostra  devia encerrar no final do mês mas mantém-se assim aberta ao público durante mais uma semana.

Inaugurada a 3 de dezembro do ano passado, reúne sobretudo obras de mestres flamengos, holandeses e franceses. Esta foi a primeira iniciativa organizada no âmbito do acordo estabelecido entre os dois museus – o MNAA, em Lisboa, e o Museu do Prado, em Madrid -, que prevê a realização de exposições futuras, com base no acervo das duas instituições.