O 8 ½ Festa do Cinema Italiano regressa este ano para a sua sétima edição, cujo tema é Família Italiana – La Famiglia, e vai percorrer os espaços culturais portugueses, um pouco por todo o país, entre abril e maio.

O festival, organizado pela Associação Il Sorpasso, começa em Lisboa a 10 de abril e prolonga-se até dia 18, no Cinema São Jorge e na Cinemateca Portuguesa. Segue depois para Coimbra, de 21 a 23 de abril, no Teatro Académico Gil Vicente; no Porto, de 24 a 27 de abril, na Casa das Artes; no Funchal, de 8 a 11 de maio, no Teatro Municipal Baltazar Dias e Loulé, de 16 a 18 de maio, no Cine-Teatro Louletano.

O mote da Festa de 2014 não podia ser mais italiano. A ideia da família e da Itália enche não só a história do cinema deste país, como também o imaginário coletivo – nem que seja pela família Corleone do óbvio O Padrinho, de Coppola.

Mas a sétima edição do 8 ½ Festa do Cinema Italiano vai mais além. A programação já é conhecida e inclui 39 filmes entre os quais, cinco são antestreias em Portugal, como a sessão de abertura, Viva la Libertà, de Roberto Andò, e a sessão de encerramento, Il Capitale Umano, de Paolo Virzì.

Toni Servillo em Viva la Libertà

O evento vai contar com a exibição da versão restaurada do filme de Orson Welles, Too Much Johnson, realizado em 1938, e que se julgava perdido até 2008, quando foi encontrado em Pordenone, Itália. A estreia mundial aconteceu nas Jornadas do Cinema Mudo de Pordenone, em outubro de 2013, e chega agora pela primeira vez a Lisboa.

De destacar é também o regresso da secção Amarcord à Cinemateca Portuguesa, com uma homenagem a um dos nomes mais marcantes do cinema italiano e internacional, Mario Bava, em celebração do centenário do seu nascimento. O filho do realizador, Lamberto Bava, é um das presenças confirmadas em Lisboa. Outra novidade é a programação dirigida aos mais pequenos, em parceria com o Giffoni Film Festival, o mais importante festival de cinema infantil da Europa.

Este ano, a secção competitiva apresenta sete filmes que vão ser julgados pela atriz Rita Blanco, pelo fadista Camané e por Maria João Seixas, ex-directora da Cinemateca Portuguesa. 

Mas, como é habitual, o 8 ½ não é só cinema. Nesta edição, haverá ainda mais espaço para a gastronomia italiana, com a Rota dos Sabores – Porções de Itália, roteiro que engloba os melhores restaurantes italianos, geladarias e garrafeiras de Lisboa. Em 2014, a habitual sessão de Cine-Jantar vai ser acompanhada por O Último Tango em Paris, de Bernardo Bertolucci.

Os bilhetes custam, na edição de Lisboa, 4,00€ (bilhete normal), 2,50€ (estudantes universitários e amigos do Instituto Italiano de Cultura) e existe um voucher para os filmes da Secção Competitiva, cujo preço é 15,00€. No Porto, há bilhetes a 3,50€ (bilhete normal), 2,50€ (estudantes e maiores de 65 anos) e 0,50€ (sócios do Cineclube do Porto e da ASCIP – Associazione Socio – Culturale Italiana del Portogallo).

BANNER SIMPLES