É já hoje que começa o Talkfest ’14, na Aula Magna e no ISEG, e se ainda estás indeciso entre ir ou não, o Espalha-Factos dá-te cinco razões pelas quais não podes perder este evento.

1. Conferências. No primeiro dia não podes perder as conferências que existem no ISEG. Dos “festivais de nicho” ao “perfil de um festivaleiro” são vários os tópicos que serão abordados por diversos oradores, alguns deles bem conhecidos no contexto musical português, como Noiserv, Capicua, ou o radialista Diogo Beja e o crítico do jornal Público, Vitor Balenciano.

2. O International Day. Na sexta podes contar com a presença de vários convidados internacionais, que são responsáveis por organizar alguns dos maiores festivais de música na Europa, entre os quais Martin Elbourne, booker do festival inglês Glastonbury ou James Drury, diretor do Festival Awards. Nesta troca de experiências entre festivais nacionais e internacionais, também marcará presença Richie Campell, Álvaro Costa, da RTP, entre outros.

3. Documentários. Alguns são estreia em Portugal, sendo que entre nestes se inclui a estreia de um documentário sobre o mítico festival Coachella. Mas também os festivais portugueses não são esquecidos. O Vodafone Paredes de Coura e o Primavera Sound são os representantes das cores lusas.

4. Apresentações Profissionais. Ao longo de quinta e sexta decorrerão várias apresentações, de cerca de uma hora, de vários conceitos ligados aos festivais em Portugal, entre eles o Portugal Festival Awards, A música portuguesa a gostar dela própria ou ainda uma apresentação do regresso do festival Vilar de Mouros.

5. Concertos. Para terminar com chave de ouro, no sábado, na Aula Magna, decorrerão as atuações de DJ Ride, Octa Push, Brass Wires Orchestra e Los Waves.