Um conjunto de 10 artistas de Norte a Sul de Portugal reúnem-se, pela primeira vez, com o objetivo de criar o maior mural de Street Art/ Graffiti do norte do país. A intervenção no Mural da Rua da Lionesa, em Leça do Balio, Matosinhos, arrancou ontem e será inaugurado dia 11 de abril.

A curadora do projeto, a artista plástica Catarina Machado, é a responsável pela dinâmica e organização desta ação enquanto que a produção fica a cargo do Writter Miguel (RAM). A intervenção destaca-se também pelos artistas de renome internacional que reúne e que já participaram em alguns dos maiores festivais e eventos de Arte Urbana do mundo. Da margem Norte podemos contar com Caos, Colectivo Distopia, Draw, Mr. Dheo e Third. e do Sul com Mar, Mário Belém, Nomen (nacionalidade angolana), RAM e Utopia (nacionalidade brasileira).

Unicer, a quem pertence o muro, e a Lionesa são os grandes mecenas do projeto, contando ainda com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos. O muro da Rua da Lionesa tem aproximadamente 1400 m2 e será intervencionado, pelo colectivo de artistas, em duas fases.

A primeira apresenta um carácter individual, onde os artistas podem usar toda a liberdade criativa para retratarem a história da cidade de Matosinhos. Na segunda fase, o objetivo é referenciar  e destacar  a história da evolução da Lionesa e o processo de produção da cerveja Super Bock (Unicer) de modo a criar uma fusão em toda a obra e a oferecer uma experiência visual mais completa e diferente.

Para além da criação artística originar um impacto e marco positivo na população não só local mas também visitante, a intervenção torna-se também um espetáculo ao vivo onde o público pode contemplar dez dos melhores artistas portugueses de Arte Urbana a pintarem o mural.