João Tordo nasceu em Lisboa no ano de 1975. Filho do cantor e compositor Fernando Tordo e de Isabel Branco, intimamente ligada ao cinema e à moda, Tordo respirou desde sempre os odores de uma atmosfera profundamente artística.

Frequentou o Liceu Pedro Nunes, onde o seu vício pela leitura, adquirido por influências do padrasto após o divórcio dos pais, o distinguia dos demais por ser “o único que não jogava rugby“. Quando terminou o secundário decidiu licenciar-se em Filosofia. Estudou na Universidade Nova de Lisboa, sendo que as aulas de Filosofia medieval o marcaram imensamente, dando-lhe uma nova perspectiva do mundo que o rodeava.

Após terminar o curso, João Tordo trabalhou durante algum tempo como jornalista freelancer em Lisboa. Contudo, a sua sede de viver novas experiências levou-o a ir para Londres em 1999 com o objectivo de fazer um mestrado em Jornalismo. Chegou a trabalhar num bar e como tradutor durante o seu período na cidade, tendo depois rumado a Nova Iorque onde estudou Escrita Criativa na City College.  A sua rotina consistia em ir às aulas de manhã, servir às mesas de um restaurante durante a hora de jantar e escrever pela noite dentro.

João Tordo e José Saramago na entrega do Prémio José Saramago em 2009.

Em 2001, Tordo venceu o Prémio Jovens Criadores na categoria de Literatura. É autor dos romances O Livro dos Homens sem Luz (2004) e Hotel Memória (2007).  O seu romance As Três Vidas (2008) venceu o Prémio Literário José Saramago e a edição brasileira foi ainda finalista do Prémio Portugal Telecom em 2011. Já o O Bom Inverno (2010) foi finalista do prémio Melhor Livro de Ficção Narrativa da Sociedade Portuguesa de Autores e do Prémio Literário Fernando Namora, para além de a tradução francesa integrar as obras seleccionadas para a 6.ª edição do Prémio Literário Europeu. Foi também finalista do Prémio Literário Fernando Namora com a Anatomia dos Mártires (2011) e publicou O Ano Sabático em 2013. O seu novo livro, intitulado Biografia involuntária dos amantes vai ser editado em abril de 2014.

João Tordo trabalha ainda como cronista, tradutor, guionista (participou em várias séries de televisão, incluindo O Segredo de Miguel Zuzarte e Liberdade XXI, ambas da RTPe formador em workshops de ficção dedicados à Escrita Criativa e ao Romance. Os seus livros estão publicados em França, Itália, Brasil, Sérvia e Croácia.