Se o Oscar para Filme Mais Mediático existisse, esta estatueta dourada cairia nas mãos de Alfonso Cuarón, o realizador de Gravidade. Esta foi a conclusão de um estudo realizado pela Cision, empresa especializada na monitorização e análise de media

O estudo incidiu num total de 702 milhões de artigos, com o título escrito na língua inglesa. De entre os nove nomeados para a categoria de Melhor Filme, Gravidade foi aquele que registou uma maior presença nos meios de comunicação online, o ano passado.

Com 102 mil artigos publicados, o filme de Cuarón arrecada a “estatueta de mediatismo”, empurrando 12 Anos Escravo e Golpada Americana para os 2º e 3º lugares, respetivamente.

Só amanhã, dia 2 de março, saberemos se a tinta que Gravidade fez correr lhe valerá uma – ou mais – estatueta dourada. De lembrar que este filme e Golpada Americana, de David O. Russell, são os mais nomeados para a 86ª edição dos prémios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, com 10 nomeações cada.

O filme de ficção científica do mexicano Alfonso Cuarón surpreendeu como um dos favoritos na corrida aos Oscars deste ano, uma vez que o género é pouco premiado pela Academia. Gravidade concorre para Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Atriz, Melhor Banda-sonora Original, Melhores Efeitos Visuais, entre outros.Oscar filme mais mediático

 Podes ver a crítica do Espalha-Factos ao filme aqui.