transferir (2)

Os 10 jardins mais bonitos de Lisboa

Belén Rodrigo, do jornal espanhol ABC, avaliou os jardins de Lisboa e escolheu os 10 melhores para a lista de espaços verdes “grandes, pequenos, românticos, barrocos ou modernos” da capital lusitana.

A seleção começa com uma premissa: a beleza é o que joga a favor dos espaços verdes lisboetas. A primeira sugestão é o Parque Eduardo VII, pela sua vista sobre a capital. O relvado e a calçada portuguesa, bem como a proximidade da Estufa Fria colocaram-no no topo das opções da correspondente espanhola.

Perto deste encontra-se o Jardim da Gulbenkian, cujos responsáveis são os arquitetos paisagistas Ribeiro Telles e António Viana Barreto. A combinação dos lagos e dos caminhos por entre a diversidade de árvores valeram-lhe a caracterização de “oásis no centro da cidade”7888585_Fohkm

A zona da Ajuda conta com dois espaços verdes na lista de Belén Rodrigo. O primeiro é o Jardim Botânico, mandado construir pelo Marquês de Pombal com o intuito de instruir os jovens príncipes – alguma flora ainda origina do mandato de D. José. O outro é o Jardim da Tapada das Necessidades, um dos mais antigos na Europa. Remonta ao século XVII e foi mandado construir por D. João V.

Em sugestões um pouco mais alternativas podemos encontrar o Jardim Zoológico de Lisboa e o Parque Florestal do Monsanto. O primeiro permite o contacto com uma vastidão de fauna e flora ibérica, desde a sua abertura em 1884. Já o segundo é versátil, permitindo percorrer os seus 900 hectares a pé ou de bicicleta, bem como experimentar outras atividades ou ainda fazer piqueniques.

Em Belém, o Jardim Tropical, anteriormente conhecido como Jardim do Ultramar, é o local indicado para passeios românticos ou na companhia da família. Outro jardim tranquilo é o Jardim do Torel, situado nas redondezas do Campo dos Mártires da Pátria, no miradouro do qual é possível apreciar a vista sobre o rio e a baixa lisboeta.

O Jardim da Estrela é descrito pela autora como o que “mais se aproxima do conceito romântico inglês de parque”. O destaque vai para as atividades culturais que nele ocorrem e, concluindo a seleção feita pela cronista, encontra-se o jardim do Príncipe Real. Aqui encontram-se lisboetas de nascença em contacto com turistas, e ainda se realiza o mercado biológico todos os sábados.

Percursos-Jardins-Telmo-Miller_1104

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Sérgio Godinho
75 anos. Sérgio Godinho “sopra as velas” com concerto em Lisboa