É verdade, podes acreditar.

Se estivestes escondida/o debaixo de uma pedra durante os últimos meses e não sabes o que é o Flappy Bird, aproveita e lê este artigo que a Sofia Pereira escreveu, aqui no Espalha-Factos, sobre essa obra prima da “jogabilidade” que passou de zero a herói em três tempos e fez o caminho inverso mais ou menos no mesmo tempo.

Flying Zé

 

Twitter Flappy Bird

Já leste e já voltaste? Ou já sabias o que era o Flappy Bird? Pois bem, continuemos então!

Como dizia já existe um spin-off e tem o nome fantástico de Flying Zé. Sendo que o Flappy Bird recebeu por muitas críticas graças às “coincidências” gráficas com alguns jogos da Nintendo, especialmente o clássico Super Mário, vamos ver quais as grandes diferenças nesta versão com cheirinho a Portugal.

1 – Não há pássaros para ninguém, o Zé Povinho tomou o poder.

zé

É verdade, esta versão lusa não tem cá pássaros atarracados, em vez disso tem uma das nossas figuras nacionais, o Zé Povinho, com o seu gesto habitual. Muito mais sexy! Para além disso, a ponte 25 de Abril ao fundo dá um toque de modernidade a todo o ambiente. Sem deixar de falar nas notas que se espalham atrás do nosso personagem enquanto ele voa graciosamente. Subtileza é com esta/e autor/a!

2 – Não há lugar para processos sobre violações de direitos de autor, pelo menos da Nintendo!

Se já sabes que uma das coisas que fez o famoso Flappy Bird morrer foi a sua particular semelhança com o clássico Super Mário, especialmente pelos tão reconhecíveis tubos verdes, onde nós, enquanto juventude, fazíamos entrar o canalizador italiano mais conhecido do mundo, na esperança de arrecadar mais umas moedas e para aceder a mundos diferentes.

Pois, neste caso, não há parecenças com mundos da Nintendo, mas há uma presença notória como obstáculo, a cabeça de Pedro Passos Coelho, pelo menos até onde joguei!

Mais uma vez, subtileza!

3 – A banda sonora que fica no ouvido

Esta é a banda sonora que acompanha todo o jogo. Fica no ouvido não fica?

4 – Afinal há uma parecença: continua a ser estupidamente viciante

É espantoso como um jogo tão simples nos dá tanto para ocupar o tempo, mas é assim a vida!

Se quiseres experimentar queimar algum do teu tempo precioso, aqui tens o link: http://www.flyingze.com/. Se quiseres fazer uma reclamação pelas horas perdidas, aqui tens a página de facebook desta obra prima.

Não tens de agradecer!