O criador italiano Roberto Cavalli tornou a atacar o star-designer norte-americano Michael Kors, a quem acusou, pela segunda vez, de copiar alguns dos seus trabalhos. Ao site Haute Living terá comentado: “O senhor Michael Kors copia tudo! É, de facto, um escândalo e ninguém tem coragem de falar sobre o assunto. Não é justo, verdadeiramente.”.

Esta acusação sucede outra, ocorrida em dezembro do último ano, que resultou numa matéria do Style.com, o maior diretório online de moda internacional, em que Cavalli causou polémica ao referir que Kors é “um dos maiores designers de cópias do mundo.“. De Kors não se conhece qualquer reação e Cavalli também não apontou quaisquer looks ou momentos específicos em que terá sido copiado. Kors, todavia, soma e segue. Depois da abertura da sua loja no 108 da Avenida da Liberdade em Novembro do ano passado, o conhecido jurado do reality-show Project Runway, lançou recentemente uma IPO na bolsa, que lhe granjeou uma posição entre o seleto grupo de bilionários relacionados com a indústria da Moda.

KIM_0818.320x480

Look da coleção de Michael Kors para o Inverno de 20014, apresentada este mês na Mercedes Benz Fashion Week, em Nova Iorque. Kors é sobejamente conhecido pelo seu sportswear chic que traduz o novo estilo de vida das classes altas norte-americanas. Porém, nalgumas propostas de cocktail ou noite, algumas criações aproximam-se da estética kitsch e vibrante de Cavalli, como neste vestido em renda.

Cavalli mencionou ao FFW, também em 2013, um determinado designer brasileiro que o copia, mas escusou-se a dizer o nome, apenas mencionando que não gosta do seu trabalho. Carlos Miele parece ser a aposta mais próxima do estilo de Cavalli.

Alguns críticos apontam-lhe uma certa “mania da perseguição”, mas o facto é que o status que Cavalli alcançou permite-lhe tomar este tipo de posições publicamente, sem que isso afete particularmente a sua imagem. Na mesma entrevista, o criador italiano falou ainda sobre as cópias derivantes do fast fashion, que alega não o incomodarem. Para suprir essa tendência, o criador fundou a Just Cavalli, um outra marca dentro do grupo adaptada a um público mais jovem e com produtos a preços mais acessíveis.