As Asas do Vento, nomeado para o Oscar de Melhor Longa-Metragem de Animação, e anunciado como o último filme do realizador japonês, terá a sua antestreia nacional na 13ª edição do Festival.

O Monstra, que homenageia este ano a Hungria com uma retrospetiva do seu cinema de animação, terá lugar de 13 a 23 de março, e estará presente em várias salas de Lisboa, incluindo o emblemático São Jorge.

O festival conta agora com a estreia nacional de As Asas do Vento, centrado na história de Jiro Horikoshi, o sonhador fascinado por aviões que viria a desenhar os caças japoneses da Segunda Guerra Mundial. Jiro cruza-se com vários grandes eventos na história do Japão, como o terramoto de Kanto e a grande depressão.

O filme valeu a Miyazaki, a sua terceira nomeação da Academia, sempre na categoria de animação, e foi anunciado como sendo o último filme do realizador.

Miyazaki, grande mestre da animação japonesa e responsável por grandes sucessos como A Viagem de Chihiro e O Castelo Andante, é dos poucos realizadores do género que não faz praticamente uso da animação digital.

As Asas do Vento foi muito bem recebido pela crítica, ganhando e sendo nomeado para vários prémios, incluindo as nomeações para o Oscar de Melhor Longa-Metragem de Animação e para o Globo de Ouro de Melhor Filme de Língua Estrangeira.

O filme será exibido dia 15 de março, às 16h30, na sala Manoel de Oliveira do São Jorge.

http://www.youtube.com/watch?v=imtdgdGOB6Q